LEM News - Notícias que realmente interessam!
(77) 9.9906-1346
 PUBLICIDADE
Galeria de fotos
ver todas
DESTAQUES DO LEM NEWS

Fonte: Lem News

O ex-prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, foi condenado a 8 anos e 4 meses de prisão em regime fechado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A sentença foi lida após uma hora de julgamento da Seção Especial Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), composta por sete desembargadores, na manhã desta quarta-feira (24). Ele está com tornozeleira eletrônica desde setembro de 2016, assim como a esposa, Andréia Olarte.

Os assessores dele na época que os crimes teriam ocorrido, Luiz Márcio Feliciano e Ronan Feitosa, também foram condenados. O primeiro foi considerado semi-inimputável e ficou obrigado a cumprir pelo menos dois anos de tratamento ambulatorial. Já Feitosa pegou 3 anos e 11 meses de prisão em regime semiaberto.

Conforme apurado pela TV Morena, nenhum dos réus participou do julgamento. As defesas dele também não compareceram. Os advogados tinham pedido o adiamento da sessão alegando compromisso anteriormente marcado. A sentença será publicada no Diário Oficial da Justiça. Os três podem recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em seu voto, o relator do processo, desembargador Luiz Claudio Bonassini da Silva, ressaltou que os crimes ficaram caracterizados pelas provas. “A realidade é que as condutas criminosas efetivamente aconteceram e foram provadas, deixando absolutamente isolada nos autos a versão em sentido contrário”, destacou.

O relator decretou ainda perdimento do veículo camionete Mitsubishi Triton, adquirido com o produto dos crimes de corrupção, em favor da União.

Após ser ouvido pela Justiça em 5 de fevereiro de 2006, Olarte disse: “Isso aí é uma armação política, é um imbróglio muito grande, para prejudicar um menino em ascensão, em relação aos políticos sou um menino ainda, que de repente teve de assumir uma cidade (...) e de repente assombrou algumas forças políticas. Por sua vez, o prefeito cassado reconduzido por liminar ao cargo, usou isso de uma forma vil para tentar me incriminar”.

Cheques

Olarte, Feitosa e Feliciano são acusados de utilizar cheques de eleitores na campanha eleitoral de 2012, com a promessa de empregos na administração municipal. Na época, Olarte era candidato a vice-prefeito na chapa de Alcides Bernal, que se elegeu prefeito, mas foi cassado pela Câmara de Vereadores em março de 2014 e voltou ao cargo em agosto de 2015. Em muitos casos, os donos do cheque não tinham dinheiro para compensação, passaram a ser cobrados e tiveram o nome incluso nas listas de devedores.

A ação penal é resultado de investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) que começou em outubro de 2013, mas veio à tona após a prisão de Ronan Feitosa no dia 11 de abril de 2014, em São Paulo. Segundo o Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MP-MS), a dívida das vítimas que caíram no golpe poderia totalizar R$ 1 milhão.

Os valores obtidos com a suposta lavagem de dinheiro, segundo a investigação, teriam sido usados para a “compra de vereador”. Na época, a defesa de Olarte disse que não houve compra de vereador, que não havia relação do ex-prefeito com os empréstimos e que as pessoas “utilizaram o nome do político para obter vantagens”.

O TJ-MS recebeu, no dia 13 de novembro de 2014, a denúncia contra Olarte, feita pela Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público Estadual. O processo tem mais de três mil páginas.

Fonte: G-1

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta terça-feira (23) o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) pelo crime de lavagem de dinheiro, além de determinar a perda do mandato do parlamentar e multa de mais de R$ 1,3 milhão. A pena foi fixada em 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado.

Os cinco ministros (Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Marco Aurélio Mello) votaram pela condenação do deputado. Edson Fachin pertence à Segunda Turma, mas participou do julgamento na Primeira Turma porque é o relator do caso.

(Atualização: ao ser publicada, esta reportagem informou que os votos no julgamento foram 4 pela condenação e 1 pela prescrição do crime. Após a sessão, o gabinete do ministro Marco Aurélio Mello informou que ele aderiu ao entendimento da maioria, e o placar ficou 5 a 0. O texto foi atualizado às 18h16.)

O tribunal não decidiu pela execução imediata da pena e, com isso, a defesa ainda poderá entrar com recursos no Supremo, chamados de embargos de declaração, para questionar a decisão.

Só depois de julgados os recursos, se mantida a decisão desta terça, é que o deputado poderá ser preso, e a Câmara terá de decretar a perda do mandato. Isso poderá durar, ao menos, dois meses (leia mais abaixo).

Após o julgamento, o advogado de Maluf, Antônio Carlos de Almeida Castro, afirmou que aguardará a publicação da decisão pelo STF para entrar com recurso. Segundo o advogado, até que a decisão seja publicada, Maluf continuará cumprindo normalmente o mandato como deputado.

"A defesa continua acreditando na teses que defendeu na Turma e as levará ao Pleno assim que for publicado o acórdão. O deputado segue confiando na Justiça e aguardando a decisão final do Plenário do Supremo", afirmou o advogado.

Nos recursos, entre outros pontos, a defesa pode argumentar que Maluf não pode ir para a cadeia por causa da idade avançada - ele tem 85 anos.

A lei prevê prisão domiciliar para maiores de 80 anos em caso de prisão preventiva. No caso do deputado, porém, ele pode ir para a cadeia por conta da condenação definitiva, já que não se trata de prisão preventiva. Mas a defesa pode pedir para ser aplicada a regra das prisões preventivas e, com isso, o Supremo vai decidir.

O caso

Maluf foi acusado pelo Ministério Público Federal de usar contas no exterior para lavar dinheiro desviado da Prefeitura de São Paulo quando foi prefeito da capital, entre 1993 e 1996.

De acordo com a denúncia, uma das fontes do dinheiro desviado ao exterior por Maluf seria da obra de construção da Avenida Água Espraiada, atual Avenida Jornalista Roberto Marinho.

O julgamento foi iniciado na Primeira Turma do STF em 9 de maio e interrompido após o voto do relator, ministro Luiz Edson Fachin, pela condenação.

Maluf foi acusado de usar contas bancárias em nome de empresas offshores (firmas usadas para investimentos no exterior) para enviar dinheiro desviado e reutilizar parte do dinheiro da compra de ações de empresas da família dele, a Eucatex. Segundo o MPF, mais de US$ 172 milhões foram aportados na empresa por meio desse esquema.

Ao votar em 9 de maio, o ministro Fachin informou que, das cinco acusações de lavagem de dinheiro, quatro prescreveram em razão do tempo decorrido das acusações e da idade do deputado - prazos de prescrição para pessoa acima de 70 anos caem pela metade. Maluf tem 85 anos.

Em relação a um dos crimes de lavagem, no valor de US$ 15 milhões, Fachin considerou que houve crime permanente, ou seja, que ele foi praticado continuamente entre os anos de 1998 a 2006.

Fachin afirmou que há provas da materialidade e autoria do crime permanente, que ocorreu durante todo o tempo em que o dinheiro estava sendo escondido no exterior.

Julgamento

""Enfrentar esse tipo de delinquência que foi beneficiada pelas décadas afora com uma certa aceitação leniente do inaceitável, eu acho que punir esse tipo de delinquência é um marco na refundação do país. Evidentemente, ninguém deve ser punido para ser exemplo para ninguém. As pessoas só devem ser punidas se efetivamente houver provas suficientes do cometimento de crimes. E nesse caso concreto me parece fora de dúvida que essa caracterização está feita", afirmou o ministro Luis Roberto Barroso no julgamento.

Durante o julgamento, os ministros decidiram que o regime fechado é incompatível com o exercício do mandato de deputado federal e, com isso, a Mesa da Câmara será notificada para que declare a perda da função.

A Câmara só será notificada da decisão após publicação no "Diário de Justiça Eletrônico". O prazo para publicação é de 60 dias. Depois de publicada a decisão, a defesa ainda poderá entrar com recursos no Supremo para questionar determinados pontos da decisão.

Além da pena, a Primeira Turma estipulou multa de 248 dias-multa, sendo cada dia-multa fixado em cinco salários mínimos vigentes à época dos fatos (2006), além de ter imposto uma punição de pagamento de três vezes o valor da multa.

Segundo o tribunal, o valor seria "ineficaz" diante do patrimônio de R$ 39 milhões que Maluf tem. Com isso, foi determinada multa de aproximadamente R$ 1,302 milhão em valores a serem atualizados.

A Primeira Turma também declarou a perda dos bens objeto de lavagem de dinheiro.

Outras ações

Além desse caso, Paulo Maluf responde a outras três ações penais no Supremo. Em uma delas, é acusado do crime de corrupção passiva por conta dos desvios da mesma obra pela qual foi condenado, e outra por crimes financeiros. Na terceira ação, Paulo Maluf é acusado de falsidade ideológica eleitoral.

Fonte: G-1
24
Mai/17

CLEITON VECULOS

Fonte: Lem News

Foto: arquivo Jornalista Douglas Batista

O vereador WGS Guinho (SD), acabou alfinetando o secretário de Esporte, Cultura e Lazer de Luís Eduardo Magalhães, Elton Almeida, durante sessão na Câmara de Vereadores, nesta terça-feira, 23.

Ao elogiar o atual presidente da Casa, Reinildo Nery (PSDC), o edil criticou a gestão passada, presidida pelo então secretário.

“Nos anos anteriores tivemos presidentes que deixaram muito a desejar”, afirmou Guinho.

“Agora, com Reinildo, nós conseguimos tirar projetos da gaveta, que já estavam aí há mais de três anos”, disse.

Reinildo Nery agradeceu os elogios, mas humildemente, repassou os aclames aos colegas de casa.

“Sem vocês, os projetos não andam. Tudo aqui depende do conjunto para funcionar”, concluiu.

 

 

Fonte:Por: Raquel Santana/ Blog Douglas Batista

Fonte: Raquel Santana / Douglas Batista



OPORTUNIDADE DE EMPREGO!

Atenção mulheres que trabalham como pizzaiolas, com experiência comprovada!  Atenção homens que fazem entregas Deliverys de pizzas em Luís Eduardo Magalhães também com experiência!
 
A direção da Pizzaria Big Saborosa Delivery, que inaugurará em breve na cidade, está recolhendo currículos e fazendo o agendamento de entrevistas de empregos para a definição de sua equipe de trabalho.
 
Os interessados poderão ligar nos números 3628-2264 ou 99960-3070 para mais informações ou comparecerem pessoalmente a Eletrônica Ponto Final e conversarem com o empresário Lourival Rodrigues, para deixarem currículos e agendarem os testes de aptidão para a contratação dos aprovados.

Fonte: Lem News


TELA MAR ALAMBRADOS

A Tela Mar hoje é uma empresa consolidada no mercado, trabalhando com produtos de alta qualidade e mão de obra especializada atendendo cada cliente de maneira personalizada adotando o sistema de produção sob medida. 

Tela Alambrado - Produzidas em arame galvanizado, podendo ou não ser revestida com PVC as telas em alambrados são ótimas para fechamento de grandes áreas. Uma forma segura e barata de proteger sua propriedade seja ela, chácaras, casa de campo, cercamentos comerciais e industriais, quadras poliesportivas, condomínios, parques, escolas entre outras infinidades de aplicações.


Uma maneira inteligente e moderna de proteger sua propriedade


Tela revestida em PVC e galvanizada para diversos tipos de quadras


Fechamento de grandes áreas

Telas Onduladas Artísticas (Ótis) - As telas onduladas, também conhecidas como tela artística ou tela otis, podem ser fabricadas em diversas aberturas de malhas e com diferentes bitolas de fios.


 Telas Ótis para proteção

Faça-nos uma visita e conheça nossos produtos. A TELA MAR ALAMBRADOS está localizada na Rua Luiz Claudio Nunes Rocha n°123 Jardim Imperial próximo à Galvani e Casa Do Marceneiro. 

Para maiores informações:
Ligue: (77) 3628 -5544 
Whatsapp (77) 99996-0833/99825-0919
www.telamaralambrados.com.br
contatos@telamaralambrados.com.br

Fonte: Lem News

Luciano Huck está aparentemente arrependido das amizades que fez no passado. Agora o apresentador da Globo eliminou as fotos que tinha no Instagram ao lado de Joesley Batista, dono da JBS.

O empresário, responsável por fazer delações contra o senador Aécio Neves (PSDB - MG), aparece com Huck em um iate em alto mar, em um encontro que ainda reuniu o sertanejo Bruno e as suas respectivas esposas.

Segundo a colunista Keila Jimenez, anteriormente o apresentador já teria apagado fotos ao lado de Aécio, candidato que ele apoiou nas eleições de 2014. Huck, inclusive, já concedeu entrevista sugerindo que não descarta concorrer à presidência no ano que vem.

Fonte: R-7

A polícia da Califórnia apreendeu uma fêmea de husky siberiano que entrou em uma loja de conveniência e roubou um pão.

Empregados da loja, na cidade de Shafter, disseram que primeiramente acharam fofo quando a cachorra entrou na loja, na quarta-feira passada.

"Ela entrou e estava passeando amigavelmente", disse a funcionária Abby Lopez à TV local. Mas, de repente, ela pegou um pacote de pão e correu para a porta.

Imagens de segurança postadas pela polícia mostram o funcionário Steven tentando, sem sucesso, tirar o pão da boca da cachorrinha, que conseguiu fugir.

A polícia diz que a cachorra e um cúmplice -um husky macho- foram presos no dia seguinte, quando voltaram ao local do crime.

A polícia disse que não vai processar os cachorrinhos, que serão colocados para adoção se seus donos não aparecerem.

Fonte: G-1

Polícia Civil de Luís Eduardo Magalhães prendeu na tarde desta segunda-feira, 22, o indivíduo Aílton Santos Cunha o qual possuí mandado de prisão preventiva no município de Cristalina Estado do Goiás pelo crime de homicídio. Aílton Santos Cunha, "vulgo neguinho ", foi preso durante a investigação de roubos a transeuntes e estabelecimentos comerciais no Jardim das Acácias e bairros vizinhos, nas datas dos dias 14 e 18 do mês corrente. 

O criminoso  foi flagrado por câmeras de monitoramento de segurança em um supermercado da cidade, após  cometer assaltos na companhia de um menor  de 16 anos que já está apreendido e a disposição do MP, fato ocorrido na data do dia 14/05/2017   e na data do dia 18/05/2017, com um outro indivíduo preso e identificado como Tiago Francisco das Chagas  de 23 anos.

Fonte: CIPE Cerrado
23
Mai/17

RDIO CULTURA

Fonte: Lem News

O repórter Chico Duvalle entrevista o técnico Tim no Coronel Aroldo 

O atual técnico da seleção de Luís Eduardo Magalhães, disse na manhã desta terça-feira, 23, que fica na cidade e no comando do time.

Para consolo da torcida e dos amantes do futebol, que ficaram em polvorosa nesta segunda-feira, 22, após saberem da possibilidade do técnico deixar o município, a convite de Luan, que atualmente joga no Atlético Mineiro.

O atleta, que é cria do treinador pretende abrir um Centro de Treinamento em Alagoas, e sondou o seu “pai postiço”.

“Venho através deste dizer-lhes que foi apenas uma sondagem normal no futebol, e que é sempre gratificante ser lembrado e que estou empenhado e focado no nosso projeto da seleção e que não sou de abandonar o barco dessa maneira”, afirmou Tim nas redes sociais.

“Estarei hoje na câmera e amanhã nos treinamentos e que contínuo firme e forte focado nos nossos objetivos”, completou.

Fonte: ASCOM
23
Mai/17

MCA AUTO CENTER

Fonte: Lem News









Na manhã desta terça-feira, 23, por volta das 7h, um pé de Jatobá caiu na BA 467, rodovia que liga as cidades de Barreiras e Angical, na altura do conjunto habitacional Buritis.

Segundo informações de populares, o pé de Jatobá estaria queimando a vários dias e hoje acabou caindo. Por sorte, nenhum veículo foi atingido.

 

Reportagem de Diogo Gomes/Blog do Sigi Vilares

Fonte: Sigi Vilares

Um corpo do sexo masculino, em estado de gigantismo, foi encontrado boiando nas águas do Rio Grande, por volta das 08h 00 desta terça-feira, 23, nas proximidades da Rua Humaitá. Moradores o avistaram descendo na correnteza do rio e acionaram o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, que chegando ao local, encontraram o mesmo ancorado em uma Área de Preservação Permanente (APP).


A PM aguardava a chegada de agentes do Departamento de Polícia Técnica para realizarem perícia e remoção do cadáver ao IML regional de Barreiras/BA. A vítima está trajando apenas uma bermuda tactel, de cor verde e detalhes pretos.
Fonte: Al Al Salomo

A Argeplan, do coronel João Baptista Lima Filho, foi contratada em 2010 pela Valec, empresa vinculada ao Ministério dos Transportes, para supervisão das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, entre Ilhéus e Barreiras, na Bahia. O contrato, de R$ 26,5 milhões, teve cinco aditivos, e chegou a R$ 76 milhões. Um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) mostrou que o trecho deveria ter sido concluído em 2012, mas em maio de 2015 ainda não tinha nem um quilômetro de ferrovia pronto.

Uma pessoa identificada apenas como “Lima” apareceu numa investigação de propinas pagas pelas empresas Rodrimar e Libra Terminais, que atuam no Porto de Santos. A Companhia de Docas de São Paulo (Codesp), que administra o porto, sempre foi vista como reduto de Temer. Antes do governo Lula, ele avalizou três presidentes da Codesp: Marcelo Azeredo (1995-1998), Paulo do Carmo (1998-1999) e Wagner Rossi (1999-2000).
Em 2006, a PF abriu inquérito para investigar denúncias da ex-mulher de Azeredo. Na separação, ela argumentou que Azeredo ganhava muito mais do que dizia, porque “o grosso” vinha de propinas. E entregou planilhas com valores que Azeredo teria recebido de “Lima”. Havia também outro beneficiário: MT. Para os investigadores, MT era Michel Temer. A Rodrimar também foi alvo da PF na semana passada.
ALVO DO MST
Antes da Polícia Federal, foram os sem-terra que surpreenderam o coronel João Baptista Lima Filho. Em maio de 2016, pouco depois de ver seu nome citado por José Gomes Sobrinho, da Engevix, o coronel viu centenas de sem-terra ocuparem a Fazenda Esmeralda, em Duartina (SP), que está em seu nome. Temer havia frequentado a fazenda e fez ali também um encontro do PMDB.

Na visão dos sem-terra, a Esmeralda é uma espécie de “sítio de Atibaia” de Temer: está em nome do coronel, mas pertenceria ao presidente. Tanto Temer quanto o coronel refutam a acusação. Na época da invasão, Lima disse que a propriedade foi regularmente adquirida a partir de 1986 e que as áreas são produtivas, respeitam o meio ambiente e as relações trabalhistas. 

Fonte: O Globo

Em um mundo dinâmico, onde tudo acontece em uma velocidade muito rápida e a concorrência humana no mercado de trabalho está cada dia mais disputada: Ter um ou vários cursos profissionalizantes com grandes aperfeiçoamentos profissionais, são alguns importantes diferenciais para a conquista e estabilidade do tão sonhado emprego, com salários valorizados e grande procura pelo mercado de trabalho.


Na cidade de Luís Eduardo Magalhães, considerada a Capital Nacional do Agronegócio, um dos lugares que mais cresceram no país nos últimos 17 anos e com reais expectativas de continuidade deste desenvolvimento por muitos à frente, existe comprovadamente, uma verdadeira ilha de excelência educacional quando se fala em Escola de Cursos Profissionalizantes: A Nit Cursos Profissionalizantes.


Com mais de 14 anos de atividades em Luís Eduardo Magalhães e agora também com representação em Barreiras, a Nit Cursos Profissionalizantes já preparou através de seus cursos, mais de 10.000 profissionais qualificados ao mercado de trabalho, sendo ela uma das poucas em todo o Brasil, que se mantém no mercado com alta qualidade de ensino, com professores presentes em todas as aulas do curso que o aluno NIT está   realizando.


Está precisando se profissionalizar ou até mesmo fazer uma reciclagem profissional? A Nit Cursos Profissionalizantes é o seu endereço certo! Lá você encontra entre vários importantes cursos, o de sua preferência e necessidade. Todos com a melhor dinâmica de ensino e reconhecidos pelo MEC. São eles: 


Capacitação em Informática

Contabilidade e Apuração de Impostos

Consultor de Vendas e Telemarketing

Design Gráfico

Analista de Suporte Técnico

Web Design

AutoCAD

Programação (JAVA)

Secretariado Executivo

Assistente Administrativo

Assistente Jurídico

Inglês (NIT ENGLISH FAST)

NIT CURSOS PROFISSIONALIZANTES FOI A MELHOR ESCOLA DE CURSOS PROFISSIONALIZANTES DA 8ª PESQUISA DO BEST OF MIND 2016/2017. 


Luís Eduardo Magalhães: Rua Paraíba, nº 969 – Centro – Fone: (77)3628-5954

Barreiras – Rua Severino, nº 161 – Centro – Fone (77) 3611-7173
Fonte: Lem News

Bragi anunciou nesta semana novos fones de ouvido sem fio da linha Dash. Os acessórios concorrentes do Samsung Gear IconX e dos Airpods da Apple foram atualizados com um sistema operacional baseado em inteligência artificial com tradutor em tempo real e rastreamento fitness para quem pratica atividades físicas.

Além das novas ferramentas, os Dash Pro receberam correções no Bluetooth, em recursos do aplicativo e nos gestos para controlar o gadget, problemas indicados no review do modelo anterior.

O novo sistema, o Bragi OS 3.0, já vem pré-instalado no Dash Pro, mas pode ser atualizado também nos modelos anteriores do Dash. Com inteligência artificial, o software permite navegar pelos menus 4D dos fones apenas com gestos e movimentos da cabeça. Além disso, atletas podem aproveitar o reconhecimento automático de atividades físicas com armazenamento offline dos treinos.

Tradução em tempo real

A ferramenta de tradução instantânea é a que mais chama atenção no novo fone. O recurso é fruto de uma parceria com o aplicativo iTranslate, com 40 idiomas disponíveis. Ao conversar com uma pessoa que fala um idioma diferente basta permitir que o microfone do celular conectado ao app da Bragi capture o diálogo para receber tudo traduzido no Dash via Bluetooth.

Fonte: Tech Tudo

 

Uma explosão foi ouvida logo após o show da cantora americana Ariana Grande, nesta segunda-feira (22), na Manchester Arena, Inglaterra, local com capacidade para 20 mil pessoas. Segundo a polícia britânica, ao menos 22 pessoas morreram e 59 ficaram feridas no incidente, que aconteceu por volta das 22h40min (18h40min no horário de Brasília).

Segundo informações da assessoria da artista, a cantora não se feriu. Horas após o ataque, Ariana se pronunciou através de sua conta oficial no Twitter. "Despedaçada. Do fundo do meu coração, eu sinto muito. Eu não tenho palavras", escreveu a artista de 23 anos.

Fonte: Clicrbs

Fonte: Lem News

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu novamente nesta segunda-feira (22) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

A PGR recorreu da decisão do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, que negou na semana passada, em decisão monocrática, a prisão preventiva (antes da condenação) dos parlamentares.

Com o recurso, o pedido deverá agora ser analisado pelo plenário do STF, formado pelos 11 ministros da Corte.

O advogado José Luis Oliveira Lima, que faz a defesa de Rodrigo Rocha Loures, afirmou que não há qualquer motivo para a prisão do deputado afastado e disse que aguarda o plenário do Supremo mantenha a decisão que negou o pedido de prisão feito por Janot. "O deputado, no momento oportuno, irá prestar todos os esclarecimentos devidos", disse.

O advogado Alberto Toron, que faz a defesa de Aécio Neves, informou que aguarda ser intimado sobre o pedido da PGR "para apresentar suas contrarrazões, oportunidade em que demonstrará a impropriedade" do pedido. Tambem afirmou que ingressará no STF com um pedido para revogar o afastamento do senador do mandato "por falta de base legal e constitucional".

O órgão entende que Aécio e Loures foram pegos em “flagrante por crime inafiançável” na tentativa de obstruir as investigações da Operação Lava Jato, com base nas gravações realizadas pelos donos da JBS, entregues na delação premiada da empresa.

Ao analisar o pedido, Fachin considerou que não havia necessidade da prisão preventiva e que o afastamento do exercício das funções parlamentares já era medida suficiente para evitar eventuais prejuízos à investigação.

Janot, no entanto, argumentou que as gravações e interceptações telefônicas demonstrariam que Aécio e Loures “vem adotando, constante e reiteradamente, estratégias de obstrução de investigações da Operação Lava Jato”.

O procurador-geral acrescentou que só não pediu a prisão de ambos antes, quando recebiam dinheiro da JBS, para poderem coletar mais provas. Janot também mencionou “uso espúrio doo poder político” e “encontros indevidos em lugares inadequados” para justificar o pedido de prisão.

“No tocante às situações expostas neste recurso, a solução não há de ser diversa: a excepcionalidade dos fatos impõe medidas também excepcionais”, diz Janot.

O julgamento em plenário ainda não tem data para ocorrer. Caberá agora ao ministro Edson Fachin pedir a presidente do STF, Cármen Lúcia, para marcar uma data de julgamento. Antes, poderá ouvir as defesas de Aécio e Rocha Loures.

Fonte: G-1

Fonte: Lem News

Com vigência de nove meses, a LT Comercial LTDA., ganhou a licitação para fornecimento de composto asfáltico (ligante e brita), na malha das ruas e avenidas da área urbana de Luís Eduardo Magalhães, no valor de R$ 1.391.931,00 (um milhão trezentos e noventa e um mil novecentos e trinta e um reais).  
A informação foi divulgada no Diário Oficial desta segunda-feira, 22.
Fonte: Douglas Batista

Fonte: Lem News

O míssil usa combustível sólido, o que encurta - consideravelmente - o tempo de abastecimento em comparação aos mísseis alimentados com combustível líquido

A Coreia do Norte confirmou, nesta segunda-feira (22), o lançamento “bem-sucedido” de um míssil balístico de médio alcance – informou a imprensa estatal de Pyongyang, acrescentando que o armamento agora está pronto para ser deslocado para ações militares.

O líder norte-coreano, Kim Jong-Un, supervisionou o lançamento, relatou a agência oficial KCNA, segundo a qual Kim “aprovou a mobilização desse sistema de armamento para a ação”.

De acordo com a KCNA, o míssil é do tipo Pukguksong-2, que usa combustível sólido, o que encurta – consideravelmente – o tempo de abastecimento em comparação aos mísseis alimentados com combustível líquido.

“Agora que os dados técnicos e táticos cumprem as exigências do Partido, esse tipo de míssil deve ser produzido rapidamente em série para armar as forças estratégicas” do Exército, declarou Kim, citado pela agência estatal.

A KCNA informou que o teste aponta para “uma verificação final de todos os registros técnicos do sistema de armamento, para examinar a fundo sua adaptabilidade a diversas condições de batalha, antes de sua mobilização nas unidades militares para a ação”.

Fonte: Exame
  PUBLICIDADE
Horóscopo / Tempo e Cotações
  Horóscopo
 Tempo / Moedas

 Cotações


| Todos os Direitos Reservados |