(77) 9.9906-1346
DESTAQUES DO LEM NEWS

Milton Ponce Fernandes, um dos donos da fabrica do Biscoito Globo, morreu hoje, 18, aos 78 anos. Ele estava em Leopoldina, Minas Gerais, onde morava com a família e lutava contra o câncer há seis anos.

A fábrica dos biscoitos de polvilho fica na Lapa, no Rio de Janeiro, e não abriu as portas hoje. Segundo o jornal O Dia, muitos funcionários foram para Minas prestar homenagens ao empresário.

O biscoito, que hoje é Patrimônio Cultural e Imaterial da cidade do Rio de Janeiro, nasceu em São Paulo.

Em 1953, os irmãos Milton, Jaime e João Ponce se mudaram para a capital paulista, para trabalhar em uma padaria. Foi lá que aprenderam a fazer os biscoitos de polvilho e os vendiam nas ruas do bairro Ipiranga.

No ano seguinte aconteceria um congresso eucarístico na capital carioca e os irmãos aproveitaram a oportunidade para ampliar as vendas. Deu tão certo que eles decidiram se mudar para o Rio de Janeiro. Foram contratados por uma padaria chamada Globo e em sua homenagem batizaram os biscoitos, que já eram um sucesso.

De padaria em padaria, expandiram seu negócio. Até hoje, o quitute é vendido na porta da fábrica logo pela manhã, saindo do forno. Dezenas de ambulantes fazem fila para comprar os pacotes que serão distribuídos na orla das praias cariocas.

Em 2015, o biscoito voltou para São Paulo e passou a ser vendido em supermercados St Marche e Empório Santa Maria, voltados à classe alta paulistana.

Fonte:Exame
voltar   home   subir  imprimir
  PUBLICIDADE


| Todos os Direitos Reservados |