(77) 9.9906-1346
DESTAQUES DO LEM NEWS

O Brasil aderiu nesta quarta-feira (20) o Tratado para a Proibição de Amas Nucleares proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU). Segundo informações da Agência Brasil, o primeiro a assinar o documento foi o presidente Michel Temer, seguido por líderes de outros 42 países. O acordo prevê que os Estados membros não desenvolvam, testem, produzam, adquiram e tenham ou estoquem armas nucleares ou qualquer outro artefato nuclear explosivo. A conferência realizada para negociar o tratado foi proposta no ano passado pelo Brasil, África do Sul, Áustria, Irlanda, México e Nigéria. Além de participar, os Estados-parte não podem permitir atividades relacionadas ao uso e desenvolvimento de armas nucleares. O texto foi apresentado no último dia 7 de julho – a segunda etapa do acordo começa nesta quarta, com a assinatura, mas os países ainda poderão aderir ao tratado nos próximos dias. Depois dessa fase, cada país signatário precisa ainda fazer a ratificação e o acordo só começa a vigorar depois que 50 países tenham passado por todo o processo.

Fonte:R7
voltar   home   subir  imprimir
  PUBLICIDADE


| Todos os Direitos Reservados |