LEM News - Notícias que realmente interessam!
(77) 9.9906-1346
DESTAQUES DO LEM NEWS


O juiz Sérgio Moro aceitou nesta terça-feira (1º) a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outras 12 pessoas pelo caso do sítio em Atibaia, no âmbito da Operação Lava Jato. Agora, todos são réus no processo. O ex-presidente já é réu em outras ações e tem uma condenação.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Lula recebeu propina proveniente de seis contratos firmados entre a Petrobras e a Odebrecht e a OAS. Os valores foram repassados ao ex-presidente em reformas realizadas no sítio, dizem os procuradores. Conforme a denúncia, as melhorias no imóvel totalizaram R$ 1,02 milhão.

Lula nega as acusações e diz não ser o dono do imóvel, que está no nome de sócios de um dos filhos do ex-presidente. Em nota, a assessoria de imprensa dele disse que a "abertura de ação sobre o sítio de Atibaia é mais uma etapa da farsa judicial movida pela Lava Jato contra o ex-presidente Lula".

O ex-presidente afirma que todos os bens que pertencem a ele estão declarados à Receita e foram bloqueados pelo juiz Sérgio Moro. Ainda de acordo com a nota, o sítio em Atibaia não está entre esses bens poque "não é e nunca foi de Lula".

A nota também diz que "a Lava Jato violenta mais uma vez a lei e os direitos de Lula, porque há dois anos vem mentindo para o país e não consegue reconhecer que errou". 

Apesar de o imóvel estar em nome dos empresários Fernando Bittar e João Suassuna, sócios de Fábio Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente, os investigadores da força-tarefa encontraram uma série de elementos que, segundo a denúncia, comprovariam que o sítio pertence, na verdade, ao ex-presidente. Entre eles, estão bens pessoais, roupas e indícios de visitas frequentes ao imóvel. A denúncia afirma que entre 2011 e 2016, Lula esteve no local cerca de 270 vezes.

Lula nega as acusações e diz não ser o dono do imóvel, que está no nome de sócios de um dos filhos do ex-presidente. Em nota, a assessoria de imprensa dele disse que a "abertura de ação sobre o sítio de Atibaia é mais uma etapa da farsa judicial movida pela Lava Jato contra o ex-presidente Lula".

O ex-presidente afirma que todos os bens que pertencem a ele estão declarados à Receita e foram bloqueados pelo juiz Sérgio Moro. Ainda de acordo com a nota, o sítio em Atibaia não está entre esses bens poque "não é e nunca foi de Lula".

 

Fonte: g1
01
Ago/17

IRACEMA MODAS

 

Fonte: Lem News

O juiz da comarca e Luís Eduardo Magalhães, Dr. Claudemir Pereira, falou sobre a possibilidade da cidade receber mais um juiz. Atualmente a comarca da cidade conta com três juízes titulares, dois nas varas cíveis e um na vara crime.

O número de processos acumulados ultrapassa a marca de 20mil afirmou o Juiz titular da vara crime.

Dr. Claudemir participou da cerimônia de “inauguração” da pavimentação asfáltica da BR 242, no trecho entre Luís Eduardo Magalhães – BA e Taguatinga – TO. O evento contou com a presença do Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa.

Fonte: blog DOUGLAS BATISTA

Morreu na madrugada de hoje, aos cem anos, o editor de fotos John Morris. Ele trabalhou em revistas como a Life e a National Geographic, jornais como The New York Times Washington Post, além da lendária agência de fotojornalismo Magnum. Foi lá que editou as imagens de Robert Capa, repórter que registrou o desembarque dos soldados na Normandia durante a 2ª Guerra Mundial, no evento que ficou conhecido como Dia D. 

Como editor de fotos do New York Times entre 1967 e 1973, Morris foi responsável pela publicação de imagens históricas que marcaram o século 20 como a de Kim Phuc, garota que virou símbolo da guerra do Vietnã ao ser clicada fugindo nua de um ataque de napalm, e a foto da execução de um rebelde vietnamita pelo chefe de polícia da capital Ho Chi Mingh. 

Morris era americano, de Nova Jersey, nascido em 7 de dezembro de 1916. Segundo a agência Magnum, ele faleceu em um hospital em Paris, cidade onde morava em seus últimos anos.

Fonte: MSN
30
Jul/17

FOTO SUL

 

Fonte: Lem News

O juiz federal Sérgio Moro decretou o bloqueio de até R$ 3 milhões do ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobrás Aldemir Bendine 'Cobra', seus supostos operadores de propina André Gustavo Vieira da Silva e de Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior e a empresa MP Marketing, Planejamento Institucional e Sistema de Informação Ltda. A decisão atende a pedido do Ministério Público Federal. Aldemir Bendine foi preso nesta quinta-feira, 27, pela Operação Cobra, 42ª fase da Lava Jato.

O montante a ser bloqueado se refere à propina supostamente recebida por Bendine da Odebrecht. Os R$ 3 milhões teriam sido repassados em três entregas em espécie, no valor de R$ 1 milhão cada, em um apartamento em São Paulo, alugado por Antônio Carlos.

Os pagamentos, segundo a força-tarefa da Lava Jato, ocorreram em 2015, nos dias 17 e 24 de junho e 1º de julho pelo Setor de Operações Estruturadas, o departamento de propinas da empreiteira que abasteceu centenas de políticos.

Fonte: MSN
30
Jul/17

CONTEM

 

Fonte: Lem News

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) apreenderam, neste sábado (29), uma quantidade de explosivos com potência para causar explosões em até 200 agências bancárias. Além disso, os agentes encontraram R$ 40 mil, veículos e armas de fogo. O material estava com uma quadrilha que realizava assaltos a bancos. Durante a operação houve troca e tiros e dois homens, ainda não identificados, foram mortos pela polícia. As informações são da assessoria de comunicação da Polícia Civil.

Os materiais foram encontrados em uma residência em São José do Mipibu, onde estavam os suspeitos pela explosão ocorrida na madrugada do sábado (29) em duas agências bancárias e uma dos Correios nos municípios de Belém e Malta, localizado no estado da Paraíba.

De acordo com a PC, os agentes da Deicor receberam a informação, por um colaborador, de que a quadrilha estaria planejando um roubo neste sábado (29) no estado do Rio Grande do Norte, ou no estado da Paraíba, e que em seguida os criminosos seguiriam para a cidade de Natal. Após a ocorrência do roubo confirmada na PB, foram realizadas diligências e campanas nas estradas para encontrar os foragidos no RN.

A Polícia Civil informou que veículos da mesma descrição que os utilizados no roubo foram encontrados e seguidos pelos policiais até entrarem em uma granja na localidade em Taborda, na cidade de São José do Mipibu, na Grande Natal.

As equipes de agentes formaram um cerco em torno do terreno da propriedade, para evitar fugas e efetuar a prisão dos criminosos. Ainda segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, os integrantes da quadrilha iniciaram confronto armado com as policiais, conseguindo quebrar o cerco e fugir. Dois dos suspeitos foram atingidos e deixados para trás pelos comparsas. Os dois feridos foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Os corpos ainda não foram identificados.

Fonte: G1
30
Jul/17

TX WEB

 

Fonte: Lem News

Poucos dias depois de ver a filha transmitir ao vivo a própria morte pelo Instagram, os pais da estudante Bruna Borges, de 19 anos, foram encontrados mortos na garagem de casa em Rio Branco, no Acre. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o subtenente Marcio Brito, de 45 anos, e a ex-sargento Claudineia Borges, 49, tenham suicidado. 

Os corpos foram encontrados na tarde da última sexta-feira (28) por uma familiar do casal. A investigação ainda não apontou indícios de que uma terceira pessoa tenha participação nas mortes. Apesar disso, também há a possibilidade de que um dos dois possa ter assassinado o outro e, em seguida, tirado a própria vida.

"Essa hipótese é improvável, mas as investigações estão em curso. Certeza mesmo só com a conclusão do inquérito. A princípio foi duplo suicídio. Não há nenhuma evidência de que uma terceira pessoa tenha cometido um crime ou auxiliado. O casal foi encontrado na garagem da mesma casa onde a filha se matou", disse o Secretário Adjunto da Polícia Civil do Acre, Josemar Portes.

Ao lado dos corpos, havia uma carta. O conteúdo do material ainda não foi divulgado pela polícia.

Fonte: G1
30
Jul/17

LEM MONT

 

Fonte: Lem News

Uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) traçou parâmetros de peso e altura de crianças e jovens com Síndrome de Down. É a primeira vez que um estudo apresenta curvas de crescimento específicas da população brasileira com Down de zero aos 20 anos - os dados em uso pelo Ministério da Saúde são do início dos anos 2000 e contemplam apenas os primeiros 24 meses de vida.

Responsável por coordenar a pesquisa na Faculdade de Ciências Médicas (FMC) da Unicamp, o pediatra Gil Guerra Júnior destaca que as curvas são essenciais para identificar possíveis desvios de peso e altura e permitir aos pais e médicos um acompanhamento adequado dos pacientes com Down.

Fonte: G1
30
Jul/17

BELL MODAS

 

Fonte: Lem News

Um jovem de 23 anos foi preso, após tentar matar os próprios pais a pauladas, enquanto eles dormiam, dentro de casa, na madrugada deste domingo (30). O crime aconteceu no bairro Novo Horizonte, em Cariacica, no Espírito Santo. Antes de começar as agressões, Jhonathan Rosa Oliveira ligou para a polícia, avisando que iria matar o casal.

As vítimas, um encarregado de produção de 49 anos, e uma doméstica, de 55, foram socorridas para o hospital Jayme Santos Neves, na Serra, com diversas lesões no rosto.

Jhonathan disse que havia passado a noite bebendo com os pais do lado da casa onde moram e, em um determinado momento, o casal disse que iria dormir e foi para o quarto. Após a saída dos pais, o jovem contou que começou a consumir cocaína.

Segundo Jhonathan, a quantidade não foi muito grande, mas a mistura com o álcool que já havia ingerido acabou o deixando completamente alterado. “Bateu uma loucura e veio na minha cabeça que eu tinha que matar os meus pais. A mistura da cocaína com a bebida me deixou muito louco”, relatou.

Foi então que o jovem pegou um toco de madeira maciça. Antes de ir até o quarto dos pais, ele ligou para o Ciodes 190 e disse que iria cometer o crime. “Eu falei com a polícia que ia matar meus pais. Eu tinha pegado o toco do lado de fora da minha casa. Enquanto a viatura vinha eu fui para o quarto”, contou.

As vítimas estavam dormindo quando foram surpreendidas por diversos golpes na cabeça. Poucos minutos após o ataque, um carro da Polícia Militar chegou ao local e foi recebida por Jhonathan.

Ele pediu aos policiais que checassem se ele realmente havia matado os pais. Assim que chegaram ao quarto, os militares encontraram o casal agonizando na cama.

Fonte: G1
30
Jul/17

MCA AUTO CENTER

 

Fonte: Lem News

Pai, mãe e filha de 1 ano e 11 meses são as vítimas do acidente entre um carro e um caminhão carregado com abelhas na rodovia Roberto Mário Perosa, perto do trevo de Urupês (SP), na manhã deste sábado (29). Mais de 1 milhão de abelhas ficaram soltas no trecho da batida.

Segundo a empresa funerária que atendeu a ocorrência, Iranaldo Vicente da Silva, de 21 anos, Cícera dos Santos Soares, de 27, e Ester Camile dos Santos Silva estavam no carro e ficaram presas às ferragens. A mulher morreu no local, o pai e a criança foram socorridos com vida para a Santa Casa de Urupês, onde a criança morreu.

O pai foi transferido em estado grave ao hospital Padre Albino, em Catanduva (SP), mas também não resistiu. Eles moravam em Irapuã (SP).

Segundo o delegado de Urupês, Sérgio Durão, será instaurado inquérito para apurar as causas do acidente. O motorista do caminhão fez teste de bafômetro e deu negativo. Ele não se feriu.

Fonte: G1

A professora, pesquisadora e musicista Mayara Amaral, 27 anos, foi assassinada brutalmente na última quarta-feira (26) em Campo Grande (MS). Três suspeitos foram presos, suspeitos de terem matado Mayara a marteladas e queimado o corpo da vítima, que foi encontrado em um matagal na rodovia MS-080, região conhecida como Inferninho.

O baterista Luiz Alberto Barros, 29, com quem Mayara tinha um relacionamento, confessou o crime. A polícia encontoru na casa dele roupas da vítima, instrumentos musicais, computador pessoal, telefone e os documentos de Mayara. O admitiu o assassinato e disse que teve dois cúmplices: Ronaldo Olmedo, 33, e Anderson Pereira, 31. Os dois negaram qualquer participação.

De acordo com a polícia, Barros disse  que atraiu Mayara para um motel. Segundo ele, o encontro era uma emboscada para roubar o carro dela, um Gol 1992. Barros disse que Ronaldo entrou no motel no porta-malas, com conhecimento dela, e os três teriam mantido relações sexuais. Mayara percebeu a emboscada e teria tentado fugir, mas foi espancada até a morte.

O assassino revelou que o corpo foi colocado no veículo e levado à casa do terceiro suspeito. Lá, eles enterraram o cadáver no quintal, mas depois o levaram para a rodovia. Em seguida, provocaram o incêndio no matagal para dificultar a identificação.

A Polícia Civil informou que os três homens presos vão responder por latrocínio e ocultação de cadáver. No entanto, a irmã da jovem, a jornalista Pauliane Amaral, 31, contesta alguns pontos da versão do único suspeito que confessou o crime, e acredita que ela tenha sido vítima de estupro e feminicídio.

Pauliane também contesta a versão do sexo a três consensual. "Eu não descarto a possibilidade de ela ter ido com o Luís para o motel, já tinha ouvido alguma coisa de estarem numa relação afetiva". Mas a irmã rechaça a ideia de que Mayara tenha consentido a participação de outro.

"Eles armaram uma emboscada, um deles entrou escondido no motel, levaram martelo. Que sexo consensual é esse? Se trata de estupro", afirma Pauliane.

O CASO

Mayara saiu de casa na segunda (24) para ensaiar. No dia seguinte, sem receber notícias da filha, a mãe, Ilda, procurou uma das colega da musicista, que falou sobre uma possível ameaça de um ex-namorado.

A mãe da vítima foi à polícia registrar o desaparecimento e recebeu uma mensagem enviada do celular de Mayara. "Ele [o ex] é louco, mãe. Está me perseguindo. Estava na casa dele e brigamos feio". A publicação destaca que, depois disso, o aparelho foi desligado. A mensagem foi enviada depois que o corpo queimado já havia sido encontrado.

Na quarta (25), a polícia identificou os suspeitos. A família aguarda a conclusão do laudo pericial para confirmar a hipótese de estupro. As penas previstas para latrocínio variam de 20 a 30 anos, enquanto as do feminicídio, de 12 a 30 anos.

No almoço com a família neste domingo (30) a musicista pretendia contar uma novidade: havia sido aprovada para um doutorado em uma universidade de São Paulo. Infezlimente, não deu tempo. A jovem Mayara Amaral foi brutalmente assassinada, o crime chocou o país e reacende a discussão sobre o feminicídio, quando a motivação do assassinato de uma mulher está ligada ao fato de ela ser mulher.

 

Fonte: NOTICIAS AO MINUTO

A rejeição ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Presidência da República se mantém a mais alta entre os possíveis candidatos à disputa em 2018. De acordo com levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas divulgado neste sábado (29), 55,8% dos eleitores não votariam em Lula. O ex-presidente também segue à frente nas intenções de voto com cerca de 26% de preferência do eleitorado. Questionados sobre o candidato que mais representa o anti-PT, os eleitores apontaram o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) como o mais representativo, com 31,2%. 

Assim como Lula, Bolsonaro também tem rejeição alta, de 53,9%. A rejeição do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) é ainda maior, de 54,1% e a de Ciro Gomes (PDT) de 50,2%. Os demais possíveis candidatos têm rejeições menores, abaixo dos 50%: Marina Silva (46,3%), Joaquim Barbosa (42,3%) e João Doria (42,2%). 

A rejeição é um dado importante na análise do cenário eleitoral porque mostra o potencial de crescimento dos candidatos ao longo da campanha. Antes do início das campanhas eleitorais, os candidatos mais conhecidos ficam à frente. Mas, ao longo das campanhas são os candidatos com menor rejeição que podem crescer mais e até vencer a disputa. Quando a rejeição é alta, o candidato tem um limite de crescimento.

O diretor do Instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, fala sobre o motivo das rejeições aos candidatos. 

— A rejeição ao nome de Lula se dá um função das acusações e processos que ele sofre na Justiça. No caso de Bolsonaro, que também tem rejeição muito alta, se dá pelo radicalismo de suas posições. Alckmin também tem rejeição alta pelo histórico do PSDB. Já João Doria, apesar de ser do mesmo partido, não carrega essa imagem, pois ele não é tão ligado ao partido. Ele e Joaquim Barbosa representam mudança, por isso têm rejeição mais baixa. E a Marina Silva consegue passar imune, não cresce muito nas intenções e nem na rejeição. 

O levantamento foi feito com 2.020 eleitores através de entrevistas pessoais com eleitores de 25 Estados e Distrito Federal em 156 municípios entre os dias 24 e 27 de julho de 2017, sendo auditadas simultaneamente à sua realização, 20% das entrevistas. A amostra tem um grau de confiança de 95,% e margem de erro de dois pontos porcentuais para os resultados gerais.

Dados da pesquisa

Intenções de voto em cenário com João Doria pelo PSDB (ESTIMULADA)

Lula 25,8%
Jair Bolsonaro 18,7%
João Doria 12,3%
Joaquim Barbosa 8,7%
Marina Silva 7,1%
Ciro Gomes 4,5%
Álvaro Dias 3,5%

Nenhum 15,7%
Não sabe 3,9%

Intenções de voto sem Doria e com Geraldo Alckmin pelo PSDB  (ESTIMULADA)

Lula 26,1%
Jair Bolsonaro 20,8%
Joaquim Barbosa 9,8%
Geraldo Alckmin 7,3%
Marina Silva 7,0%
Ciro Gomes 4,5%
Álvaro Dias 4,1%

Nenhum 17,0%
Não sabe 3,5%

Qual desses candidatos a Presidente do Brasil mais representa o “anti-Lula” ou o “anti-PT”?  (ESTIMULADA)

Jair Bolsonaro 31,2%
João Doria 14,5%
Marina Silva 12,3%
Geraldo Alckmin 7,6%
Joaquim Barbosa 7,3%
Ciro Gomes 3,6%
Álvaro Dias 2,8%

Não sabe 13,7%
Nenhum 6,9%

Rejeição (entrevistados responderam não ao ser questionados se votariam no candidato)

Lula 55,8% 
Geraldo Alckmin 54,1% 
Jair Bolsonaro 53,9% 
Ciro Gomes 50,2% 
Marina Silva 46,3% 
Joaquim Barbosa 42,3% 
João Doria 42,2%

Fonte: G-1

Um vídeo publicado por uma página no Facebook de combate às touradas mostra um touro morrendo após ir com velocidade em direção a um tronco de madeira. O animal, que estava amarrado ao tronco e com os chifres pegando fogo, estava desesperado para se livrar da tortura.

As imagens foram publicadas no dia 23 de julho. Segundo a página Bulls Defensores United (Defensores de Touros Unidos), que compartilhou o vídeo, o fato aconteceu durante um tradicional evento em Valência, na Espanha, que tem a queima dos touros como atração.

Fonte: GOO JOR

Bell você sabe que está no nosso coração e no nosso dia a dia, como uma pessoa prá lá de especial!

E nesse dia tão magnífico que é o seu aniversário, não poderíamos deixar de lhe dar os parabéns, dando-lhe sinceros votos de um afortunadíssimo aniversário, desejando a você muita saúde, prosperidade e alegrias em todos os seus dias!!

Quero lhe agradecer todo o seu apoio, todo o tempo de trabalho e dedicação que você sempre tem dado a minha pessoa e todos aqueles que precisam de você!!!

Homenagem de Dogival Teixeira - Coordenador Geral do Miss Luís Eduardo Magalhães e do Miss Juvenil Luís Eduardo Magalhães, dos colaboradores/patrocinadores  e de todas as candidatas participantes!!!

Fonte: Lem News
voltar   home   subir  imprimir
  PUBLICIDADE


| Todos os Direitos Reservados |