LEM News - Notícias que realmente interessam!
(77) 9.9906-1346
DESTAQUES DO LEM NEWS

Evolução de técnicas, facilidade no procedimento e motivos de saúde levam mulheres a diminuir mamas
Até pouco tempo atrás, as cirurgias plásticas mais comuns nos Estados Unidos eram a de implante mamário e a lipoaspiração.
Mas esse cenário parece estar mudando, à medida em que cada vez mais mulheres estão buscando os cirurgiões não para aumentar, mas para reduzir o tamanho de seus seios.
Brasil, país das plásticas
No ano passado, o Brasil se tornou o país com o maior número de cirurgias plásticas estéticas do mundo.
Segundo a Sociedade Internacional de Cirurgias Plásticas Estéticas (ISAPS, na sigla em inglês), em 2013, das quase 11,6 milhões de operações desse tipo realizadas em todo mundo, 12,9% ocorreram no Brasil - em seguida vêm os EUA, com 12,5%, e o México, com 4,2%.
Segundo dados de 2008 da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o principal procedimento realizado no país é o aumento de mama (21%), lipoasperação (20%), abdômem (15%) e redução de mamas (12%).
Dados da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica Estética mostram que em 2013 foram realizadas no país 112.838 cirurgias de redução da mama.
Apesar de ser apenas um terço do número total de operações para aumentar os seios, isso representa um aumento de 9% em relação ao ano anterior e de 157% se comparado a 1997.
No Brasil, os dados mais recentes mostram que em 2013 ocorreram mais de 140 mil cirurgias de redução de mama, enquanto o número de operações para colocar implantes foi de 226 mil.
Algumas das celebridades que já ganharam as manchetes por reduzirem os seios incluem Victoria Beckham, Drew Barrymore e Queen Latifah.
Victoria confirmou que passou em 2011 por uma cirurgia parar remover seus implantes de silicone – disse que eles pareciam “bazucas”.
Leia mais: Cirurgia plástica vira ‘moda’ na Coreia, mas gera 'contos de terror' na Justiça
Mas por que cada vez mais mulheres querem ter seios menores?
A cirurgiã Jennifer Walden explica que a cirurgia de redução de mama tem evoluído ao longo das últimas décadas e que agora é possível realizar procedimentos que garantem uma forma melhor (para os seios). E com cicatrizes menores.
Segundo a médica, entre as principais razões citadas por suas pacientes estão vergonha do corpo, os sulcos no ombro deixados pela alça do sutiã e dificuldade na hora de fazer exercícios, bem como problemas na hora de comprar sutiãs e erupções sob os seios.
"Essas são todas boas razões para buscar esta operação", diz ela.
Mudança dramática
CIrurgia (Thinkstock)
Número de cirurgias de redução mamária em 2013 é 9% maior que no ano anterior e 157% maior que em relação a 1997
Assim como Walden, o também cirurgião Johnny Franco, da Universidade Internacional da Flórida, diz que muitas mulheres citam grandes benefícios após a cirurgia.
Segundo ele, entre todas as formas de procedimentos do gênero, as pacientes submetidas à redução mamária são as que tendem a ficar mais felizes após o procedimento.
"É uma mudança dramática. A maioria tem uma diminuição imediata da dor e de desconforto. E se tornam mais confiantes em si mesmas", explica ele.
Já sob o ponto de vista médico, há algumas razões diferentes pela crescente busca da cirurgia: as mulheres estão alcançando a puberdade mais cedo, há maiores índices de obesidade e mulheres mais jovens expostas a estrogênios ambientais (hormônios absorvidos através do ar e da água), resultando em seios maiores.
Leia mais: Apresentadora faz 'festa de despedida' para seios antes de cirurgia
Médicos geralmente recomendam uma cirurgia de redução de mamas para as mulheres que têm mamas excessivamente grandes em relação ao tamanho do corpo. Segundo Franco, seios excessivamente grandes podem causar "dores de cabeça, pescoço e ombro que afetam a qualidade de vida ".
Victoria Beckham (AP)
Victoria Beckham está entre as celebridades que se submeteram ao procedimento de redução dos seios
O procedimento também é recomendado quando um seio é maior que o outro.
Jovens e adolescentes
Também tem havido um crescente interesse em redução mamária entre mulheres jovens.
Pesquisas mostram que elementos estéticos e psicossociais - tais como a insatisfação com a imagem corporal, sintomas de ansiedade e depressão, baixa autoestima e isolamento - podem influenciar na decisão de reduzir o tamanho dos seios entre as mulheres jovens.
Mas esse tipo de procedimento é recomendado para adolescentes na puberdade?
“Não há dúvida de que esses problemas começam quando as mulheres são adolescentes", diz Franco.
"No entanto, com exceção de casos graves, como problemas físicos ou mentais, é indicado esperar até que a mulher atinja plena maturidade para uma redução de mama."
Mulheres que se submetem a essa cirurgia muito jovens podem ter de repetir o procedimento depois de alguns anos, de acordo com o cirurgião.

Fonte: Jornal Floripa

Astrônomos amadores descobriram em 2012 uma espécie de nuvem misteriosa que anda deixando os cientistas da Agência Espacial Europeia - ESA, intrigados.

Uma descoberta feita por uma equipe de astrônomos amadores está deixando cientistas do mundo inteiro intrigados; os astrônomos descobriram em 2012 uma espécie de névoa orbitando o planeta vermelho (Marte), sendo que esse fenômeno ocorreu até hoje apenas mais uma vez após a primeira aparição. A primeira descoberta da névoa misteriosa foi feita em 2012, logo acima do hemisfério sul de Marte.

Ao verificar as imagens detalhadamente, os cientistas da Agência Espacial Europeia - ESA descobriram que a mesma se estendeu por mais de 1mil quilômetros.

Tal estudo chegou até mesmo a ser publicado na revista "Nature"; os cientistas descrevem que a névoa poderia ser uma aurora muito, mas muito brilhante ou simplesmente uma grande nuvem. No artigo os cientistas esclarecem que as hipóteses não podem ser comprovadas, pois é muito complicado esclarecer a origem da referida névoa.

Fonte: Oficina da Net

Os foliões que brincaram os dias de carnaval pelas ruas do Recife e de Olinda ainda podem aproveitar a festa nesta Quarta-Feira de Cinzas (18). O tradicional bloco do Bacalhau do Batata desfila hoje pelas ladeiras de Olinda. O bloco foi criado há 53 anos pelo garçom Isaías Pereira da Silva, o Batata, para garantir a diversão de quem trabalhava no carnaval e tornou-se ponto de encontro dos foliões que não querem o fim da festa.

Desde o início da manhã, as pessoas se concentraram no Alto da Sé, aguardando a saída do bloco. Muitos, ainda fantasiados, querem prolongar a folia. "Para a gente o carnaval ainda não acabou, tem o Bacalhau e se deixarem vamos até domingo", disse o advogado Antonio Ribeiro.

O bloco trás um bacalhau junto com o estandarte cercado de temperos. Pesando quase 30 quilos, o peixe vai ao fogo após o desfile do bloco. A tradiçao foi mantida mesmo após a morte do fundador do bloco, em 1993. "Fui sempre amigo do Batata que para mim foi um irmão”, afirma Carlos Couto, que sai no bloco há 50 anos e atualmente é responsável por "confeccionar" a alegoria.

“Ele morreu mas eu continuei fazendo o bacalhau na Quarta-Feira [de Cinzas]”, disse Couto. "Nós vamos colocar ele na panela e comer tudinho", arrematou o aposentado Antônio Rodrigues, que há 53 anos tem a missão de carregar o estandarte.

Antes do Bacalhau do Batata, quem começou a movimentar a diversão foi o bloco Mungunzá de Zuza Miranda e Thaís que há 20 anos serve o mungunzá, como é chamado o mingau de milho em Pernambuco, como café da manhã. "Para a gente é uma alegria, servirmos esse mungunzá para dar força e energia para a pessoa continuar depois no Bacalhau do Batata", explicou Zuza. O bloco levou mingau para 5 mil pessoas.

Os foliões destacam que o mingau renova as energias. "Estamos há 12 horas, eu e minhas amigas na folia, sem parar. Resolvemos vir aqui para comer e curtir o último dia de carnaval”, disse o estudante Mateus de Souza que acompanhou o bloco pela primeira vez.

A folia em Olinda promete seguir até a noite. Além do Bacalhau do Batata, outros blocos prometem fazer a alegria de quem quer aproveitar até o final a diversão carnavalesca.

Fonte: J. B.

Para agitar o feriado de Carnaval, a imprensa destacou nos últimos dias a informação de que o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo teria se encontrado com advogados das empreiteiras envolvidas na Lava Jato.

O pontapé foi dado pela revista Veja, na última sexta-feira, 13, ao noticiar que Cardozo teve ao menos três encontros só neste mês com advogados de empresas como a UTC e a Camargo Corrêa. Sob o título "As conversas impróprias do ministro da Justiça", o hebdomadário cita o advogado Márcio Thomaz Bastos, falecido em novembro de 2014, para dizer que o PT "perdeu seu grande estrategista em momentos de crise", vácuo este que seria ocupado agora por Cardozo:

"O governo perdeu sua ponte preferencial com as empreiteiras, o diálogo entre as partes foi interrompido, e as ameaças passaram a dominar as conversas reservadas. Foi nesse clima de ebulição que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, assumiu o papel de bombeiro. Ex-deputado pelo PT e candidato há anos a uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cardozo se lançou numa ofensiva para acalmar as construtoras acusadas de envolvimento no petrolão, que, conforme VEJA revelou, ameaçam implicar a presidente Dilma Rousseff e o antecessor Lula no caso se não forem socorridas. Há duas semanas, o ministro recebeu em seu gabinete, em Brasília, o advogado Sérgio Renault, defensor da UTC, que estava acompanhado do ex-deputado petista Sigmaringa Seixas."

Dado o start, os jornais saíram reproduzindo as informações. O jornal O Globo informou no sábado, 14, que a própria página da internet do MJ, com a agenda oficial do ministro Cardozo, noticiava audiência "com ossenhores Pedro Estevam Serrano, Maurício Roberto Ferro, Dora Cavalcanti e com a participação do secretário-executivo do Ministério da Justiça, Marivaldo Pereira. Pauta: Visita Institucional", tendo o matutino lembrado que Serrano e Dora são advogados da Odebrecht, ao passo que Ferro é vice-presidente jurídico da construtora.

Para agitar mais este enredo, o ex-ministro Joaquim Barbosa resolveu opinar na história. JB fez referência inclusive ao famigerado processo do mensalão para dizer que o advogado deveria usar métodos e argumentos perante ao juiz e não "recorrer à política".

Fonte: Olha Direto
18
Fev/15

Loja Kronos

Fonte: Lem News
18
Fev/15

COMADLEM 2015

Fonte: Apoio: LEM NEWS

Protesto dos transportadores de cargas começa a interditar parte da BR-163, no Norte de MT

Um grupo de empresários do setor de transportes, emconjunto com produtores rurais e políticos de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte de Cuiabá), deu início, às 9 horas desta quarta-feira (18), ao bloqueio da BR-163, em protesto como medidas do Governo Federal que, segundo eles, prejudicam o setor do transporte rodoviário de cargas.

O bloqueio começou em Lucas do Rio Verde, na saída para Nova Mutum. 

Segundo as informações, veículos, ônibus, caminhões e carretas com cargas vivas serão autorizados a passar pelo bloqueio. Só será impedida a passagem dos que transportam produtos não perecíveis. 

O grupo deve iniciar, ainda na manhã de hoje, o bloqueio em Nova Mutum.

O protesto é organizado por empresas transportadoras de produtos e que rejeitam o recente reajuste de combustíveis - notadamente, o óleo diesel - e  exigem que o Governo desonere o imposto, de 17% para 12%. 

Os empresários também criticam a corrupção na Petrobras. Para eles, o prejuízo é pago pelos trabalhadores, com o aumento nospreços dos combustíveis.

O movimento tem o apoio da Associação dos Transportadores de Cargas de Mato Grosso (ATC). O protesto, segundo informações da entidade, não tem data para acabar.

Tradings e preços

O vereador e empresário Gilson Baitaca, do setor de transporte de cargas em Lucas do Rio Verde, informou que a manifestação também visa a pedir que o Governo que impeça as tradings (empresas intermediadoras nas negociações comerciais, principalmente de commodities agrícolas no Estado) de contratar o frete abaixo da tabela definida pela Secretaria de Fazenda do Estado.

“Essa reivindicação não é nada fora do normal. Se o Governo não tomar uma atitude o país vai parar. Precisamos dos transportes de cargas, mas os preços que estão sendo praticados simplesmente estão inviáveis para os transportadores” disse ele, que lidera a comissão do protesto.

O site Só Notícias, de Sinop, fez um levantamento e apurou que, em Lucas do Rio Verde, o preço do diesel é, em média, de R$ 3,24. 

Em Nova Mutm, é vendido a R$ 3,31. Em Sorriso, com o recente aumento, o litro do óleo diesel foi para R$ 3,05 (preço médio apontado pela ANP) , mas pode ser encontrado por até R$ 3,29 em alguns postos. 

Em Sinop, o valor médio é R$ 2,98, mas alguns posto vendem por até R$ 3,14, segundo o site.

Fonte: Mdia News

O uso de 'skunk' - um tipo de maconha mais forte - triplica o risco de psicose, segundo estudo de uma universidade britânica. 

Cientistas do Instituto de Psiquiatria, Psicologia e Neurociência do King's College de Londres apontaram também que o risco de psicose é cinco vezes maior entre usuários diários de maconha do que entre pessoas que não consomem a droga. 

Por outro lado, o uso de haxixe, uma forma mais branda da maconha, não aumenta o risco de psicose, disse o estudo, que acompanhou 780 pessoas. 

A psicose refere-se a delírios ou alucinações que podem estar presentes em certas condições psiquiátricas, como esquizofrenia e transtorno bipolar. 

"Em comparação com aqueles que nunca tinham experimentado maconha, usuários de maconha do tipo 'skunk', mais potente, tiveram um risco três vezes maior de psicose", disse Marta Di Forti, coordenadora da pesquisa. 

"O risco de psicose em usuários de maconha depende da frequência do uso e da potência da droga." 

O 'skunk' contém mais THC (tetrahidrocanabinol) do que outras variações da cannabis, principal ingrediente psicoativo da maconha. Já o haxixe contém quantidades substanciais de outro produto químico chamado canabidiol, ou CBD. 

Pesquisas sugerem que o CBD pode agir como um antídoto para o THC, contra-atacando os efeitos colaterais psicóticos.

  

'Salvando usuários'

 Robin Murray, professor de pesquisa psiquiátrica do King's College, disse que "o trabalho sugere que poderíamos evitar quase um quarto dos casos de psicose se ninguém fumasse cannabis de alta potência".

"Isso pode salvar pacientes jovens e economizar dinheiro do sistema de saúde." 

Marta Di Forti pediu que seja adotada uma "clara mensagem pública" sobre os riscos da maconha mais forte. Ela também sugeriu que os médicos perguntem aos seus pacientes sobre seus hábitos de uso da droga, como já acontece no caso do álcool e tabaco. 

A pesquisa foi realizada ao longo de vários anos e comparou 410 pacientes com idades entre 18 e 65 anos, que relataram um primeiro episódio de psicose num hospital psiquiátrico do sul de Londres, com 370 participantes saudáveis na mesma faixa etária e da mesma área de Londres.

 

O relatório será divulgado nesta semana na publicação científica The Lancet Psychiatry.

 

 

Fonte: R. D.

Fonte: LemNews

Fonte: Publicidade

Fonte: LemNews

Fonte: LemNews


A droga, a balança de precisão e as cápsulas apreendidas pela PM


Na madrugada desta quarta-feira, 18, por volta das 3h30, a Polícia Militar da 1ª CIA do 10º BPM prendeu um indivíduo acusado de tráfico de drogas em uma residência na Rua 02 de Julho, no Loteamento JK, em Barreiras.

O lavrador Isnar Souza Lima, de 25 anos, foi pego em atitude suspeita quando entregava algo para algumas pessoas não identificadas em um veículo vermelho. Ele, ao avistar a viatura, correu para dentro de casa.

Os policiais militares realizaram uma abordagem no local e encontraram uma pedra pesando 130 gramas de cocaína, uma pequena porção de erva pesando 4 gramas (com a embalagem plástica aparentando ser maconha) e uma trouxinha pesando 4 gramas (aparentando ser cocaína), uma balança de precisão, duas munições intactas ponta oca calibre 38, a quantia de R$ 42,00, além de embalagens plásticas para embalar a droga, uma caderneta com algumas anotações, aparelho de celular, cartão bancário, além de outros objetos.

Isnar alegou para o delegado Francisco Carlos de Sá que seria usuário de drogas e que a balança de precisão ele levava para confirmar se o peso da droga que era vendido para ele estava correto. De nada adiantou a alegação, o delegado autuou Isnar em flagrante por tráfico de drogas.

Ao ser perguntado ainda pelo delegado sobre as duas cápsulas de arma de fogo, ele alegou na delegacia que as teria encontrado na rua.

Fonte: SigiVilares
18
Fev/15

SigiVilares

Fonte: LemNews
18
Fev/15

Real Calados

Fonte: LemNews


O motorista do veículo


O veículo capotado




Polícia Militar registrou no final da madrugada desta quarta-feira, 18, um capotamento na Avenida Ayhlon Macedo, próximo ao Clube AABB, no bairro de Barreirinhas, em Barreiras.

O veículo sendo rebocado



O condutor do veículo, um senhor de 58 anos, vinha da cidade de Luís Eduardo Magalhães, quando provavelmente cochilou ao volante. Ele perdeu o controle e capotou o seu Fiat Uno.

O mesmo sofreu apenas escoriações. Uma equipe do SAMU ainda foi ao local, mas o motorista não precisou ser encaminhado para nenhuma unidade de saúde.

Fonte: SigiVilares
18
Fev/15

Principal Motos

Fonte: LemNews

Fonte: LemNews


A movimentação no local do acidente


O condutor da moto sendo socorrido pelo SAMU


O ciclista sendo socorrido pelo SAMU. Ele morreu pouco depois


A bicicleta de Sandro

O paulista Sandro Aleixo Santos, de 34 anos, morreu na noite, terça-feira, 16, após ser atingido por uma moto entre os bairros Jardim das Oliveira e Sol do Cerrado.

Por volta das 19h40, Sandro estava a bordo de uma bicicleta quando foi atingido por uma motocicleta, conduzida por um rapaz identificado pelo prenome de Jair.

Na colisão, os dois ficaram feridos e foram socorridos pelo SAMU para a UPA, onde Sandro morreu pouco depois, por volta das 22h.

A polícia militar registrou a ocorrência e conduziu a moto e a bicicleta para a delegacia de polícia. 

Fonte: SigiVilares
18
Fev/15

ptica Joiart

Fonte: LemNews
voltar   home   subir  imprimir
  PUBLICIDADE


| Todos os Direitos Reservados |