LEM News - Notícias que realmente interessam!
(77) 9.9906-1346
DESTAQUES DO LEM NEWS

 

Fonte: Lem News
04
Ago/17

CONTEM

Fonte: Lem News

Um muco defensivo produzido pelas lesmas inspirou um novo tipo de cola que pode transformar a medicina. É o que afirmam cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

A "biocola" é especialmente resistente, ajusta-se ao corpo e, acima e tudo, adere a superfícies úmidas.

Uma equipe de Harvard já usou o material, inclusive, para selar um buraco no coração de um porco.

O protótipo do produto recebeu elogios de especialistas, que preveem uma "alta demanda".

Conseguir uma substância que grude em uma superfície úmida tem sido um grande desafio - basta lembrar do que acontece quando você tenta colocar um band-aid no dedo molhado.

Fonte: MSN
04
Ago/17

TX WEB

 

Fonte: Lem News

Cerca de 300 pessoas participaram da cerimônia de inauguração do complexo, de acordo com meios de comunicação estatais. Pouco se sabe sobre o tamanho ou a quantidade de pessoal destinado à base, situada a mais de 7.000 quilômetros da costa chinesa e cuja construção foi acordada no início de 2016 pelos Governos de ambos os países. Sua finalidade, de acordo com Pequim, é dar apoio logístico aos contingentes chineses que participam de várias missões das Nações Unidas na região, principalmente as tropas que fazem parte dos capacetes azuis no Mali e no Sudão do Sul e às que realizam operações contra a pirataria no golfo de Áden e na costa da Somália. Estados Unidos, França e Japão também têm bases militares nesse pequeno país africano.

Essa instalação permitirá que a China ganhe presença em um enclave estratégico, pois o Djibuti faz fronteira com a Somália, a Etiópia e a Eritreia e fica entre o mar Vermelho e o golfo de Áden, uma das rotas marítimas e de abastecimento de energia mais importantes do planeta e essencial para o comércio chinês. O gigante asiático, além disso, já é o maior parceiro comercial do continente africano e investiu bilhões de dólares em infraestruturas, sendo que uma deles é a linha ferroviária que liga exatamente o Djibuti a Adis Abeba, capital da vizinha Etiópia.

A abertura dessa base está em consonância com a vontade de Pequim de que seu Exército tenha maior protagonismo em escala global. A China afirma que não busca o expansionismo militar e tampouco pretende entrar em corridas armamentistas, mas Pequim endureceu nos últimos anos suas reivindicações territoriais no mar do Sul da China e teve desentendimentos com vários de seus vizinhos. O Exército Popular de Libertação, que comemora 90 anos nesta terça-feira – a inauguração da base no Djibuti foi programada para coincidir com a efeméride –, está passando por um processo de modernização cujo objetivo é reduzir as tropas do Exército terrestre e dar prioridade às melhores tecnologias, à Força Aérea e à Marinha. Neste ano, Pequim apresentou seu primeiro porta-aviões de fabricação totalmente nacional.

“A China não esconde que está em um processo de desenvolvimento de uma Marinha moderna capaz de operar em mares distantes, como as patrulhas antipirataria no golfo de Áden ou em outros lugares, como o mar Báltico. A China carece de experiência em águas profundas, razão pela qual essas implantações no exterior servem para acumular conhecimentos com base nas lições aprendidas”, diz Carl Thayer, professor emérito da Universidade de Nova Gales do Sul, em Sydney (Austrália).

Fonte: MSN
04
Ago/17

LEM MONT

 

Fonte: Lem News

O desembargador federal Cid Marconi Gurgel de Souza, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, derrubou nesta quarta-feira a decisão da Justiça Federal na Paraíba que havia suspendido os efeitos do decreto presidencial que elevou as alíquotas do PIS e Cofins sobre os combustíveis. Dessa forma, o aumento volta a valer no Estado.

“Constata-se que a suspensão do mencionado aumento implica inegável lesão à ordem e à economia públicas, afetando o cumprimento da lei orçamentária e até mesmo obstando o fornecimento de serviços e programas sociais, diante do impedimento à arrecadação de vultosos valores aos cofres públicos”, disse o desembargador em sua decisão.

A ação havia sido movida pelo Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindipetro-PB), na qual o juiz João Pereira de Andrade Filho, da 1ª Vara Federal na Paraíba, tomou a decisão de restabelecer os porcentuais anteriores das alíquotas. Logo em seguida, a Advocacia-Geral da União (AGU) informou que iria recorrer.

O juiz que havia livrado os postos de combustíveis da Paraíba do aumento do PIS/Cofins sobre os combustíveis afirmou que o decreto presidencial ofendeu o planejamento tributário não só dos consumidores, mas os empresários do comércio varejista, porque não respeitou o princípio da anterioridade nonagesimal.

Em julho, o governo dobrou a alíquota sobre o litro de gasolina: de 38 centavos para 79 centavos por litro. No dia 28 deste mesmo mês, reverteu parte do aumento de PIS/Cofins do etanol. A alíquota para os distribuidores, que chegou a R$ 0,194 por litro, passou para R$ 0,1109 por litro. Antes do aumento, essa taxa estava zerada.

Fonte: MSN

 

Fonte: Lem News

O pesquisador de segurança digital britânico que ficou conhecido por sustar o ciberataque provocado pelo ransomware WannaCry foi detido nos Estados Unidos nesta quinta-feira (04) após participar de uma conferência em Las Vegas.

Após o alastramento do ciberataque, Marcus Hutchins, de 23 anos, teria acionado acidentalmente um "botão de desligar", interrompendo o número de infecções pelo ransomware. Trata-se de um tipo de ataque em que o vírus infecta e criptografa arquivos de sistemas, exigindo um valor, frequentemente em bitcoins, para liberar os dados "sequestrados".

O WannaCry infectou centenas de milhares de computadores em 150 países, causando problemas em fábricas, hospitais, lojas e escolas.

Documentos da Justiça americana mostram que Hutchins, conhecido pelo codinome online Malware Tech e que foi apelidado de "herói", foi indiciado juntamente com outro indivíduo por um tribunal no estado de Wisconsin no dia 12 de julho. Ele foi acusado de elaborar, fazer propaganda, distribuir e lucrar com um malware conhecido como Kronos Trojan entre julho de 2014 e 2015, utilizado para roubos online de dados de contas bancárias e cartões de crédito.

Hutchins foi preso num aeroporto enquanto aguardava o voo de volta ao Reino Unido, após participar da conferência anual Def Con em Las Vegas, frequentada por hackers e figuras de destaque no ramo da segurança de dados. Ele será levado a um tribunal para audiência nesta sexta-feira.

A notícia da prisão de Hutchins foi recebida com perplexidade pela comunidade de cibersegurança. Jake Williams, um respeitado pesquisador que trabalhou com o jovem inglês em vários projetos – inclusive na elaboração de material para treinamento acadêmico de alto nível, pelo qual Hutchins rejeitou receber remuneração – acha difícil acreditar que ele seja culpado dessas acusações. "Não consigo associar as acusações com o que conheço dele", disse Williams.

Para muitos, a grande dúvida é qual seria a identidade do outro indiciado no processo, cujo nome foi omitido nos documentos oficiais. "Talvez o outro acusado tenha testemunhado contra ele", disse o especialista em segurança cibernética Rob Graham.

"Não sabemos que provas o FBI tem, mas temos evidências circunstanciais de que ele estava envolvido com aquela comunidade na época", explicou, se referindo ao grupo que elaborou o Kronos Trojan.

Segundo o defensor publico designado pelo tribunal, Hitchins não possui registros criminais e cooperou com as autoridades americanas no passado. Após ser preso, Hitchins se reservou o direito de ficar calado. Ele será mantido sob custódia até a audiência desta sexta-feira.

A mãe do pesquisador, Jane Hutchins, afirmou à imprensa que acredita ser "altamente improvável" que o jovem tivesse envolvimento no caso uma vez que ela passava "quantidades enormes de tempo" combatendo ataques cibernéticos desse tipo. 

Fonte: MSN
04
Ago/17

MCA AUTO CENTER

 

Fonte: Lem News

A Justiça Federal do Paraná já abriu cinco inquéritos originados nas delações da Odebrecht e documentos relacionados às investigações foram adicionados nesta quinta-feira à ação em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva por vantagens recebidas da empreiteira - um prédio adquirido para o Instituto Lula e uma cobertura vizinha à residência dele em São Bernardo do Campo.

Os documentos são vinculados a pagamento de propina ao PT em contratos das plataformas de petróleo PRA–1, P59 e P60; reformas na refinaria Presidente Vargas (Repar), no Paraná; e na montagem do gasoduto Gasduc III, além de valores ilícitos que teriam sido pagos por meio do ex-ministro Guido Mantega ao publicitário João Santana e anotações onde aparece o sítio de Atibaia como assunto a ser tratado diretamente com Lula. Segundo o Ministério Público Federal, são elementos que ajudam a corroborar as delações.

As informações da Odebrecht fizeram parte de cinco pedidos de investigação (Pet) encaminhados pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal e redirecionados ao juiz Sergio Moro pelo ministro Edson Fachin. Neles, os delatores relataram despesas custeadas para o ex-presidente, como reformas no sítio de Atibaia, compra de imóveis para uso pessoal e para instalação do Instituto Lula e pagamento de palestras que poderiam funcionar como uma espécie de retribuição por favores prestados ao grupo durante o mandato.

Entre os documentos estão agendas de encontros entre Lula e o empresário Emílio Odebrecht, durante o mandato presidencial, que mostram que o então presidente recebia detalhes dos projetos da empreiteira dentro e fora do país. Indicam ainda que investimentos da Odebrecht no exterior seguiam as decisões geopolíticas do governo, incluindo a presença e o crescimento de negócios em países como Angola e Venezuela. Chama atenção ainda a inclusão de contas bancárias no exterior que receberam valores da Constructora Del Sur, no Panamá, uma das empresas usadas pela Odebrecht para repassar dinheiro de propina.

Em 2006, por exemplo, na reeleição de Lula, Marcelo Odebrecht encaminhou para o pai, Emílio Odebrecht, e para o então presidente da holding, Pedro Novis, uma lista de nomes que pretendia ver mantidos no governo. Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras, e os diretores Renato Duque e Paulo Roberto Costa fizeram parte da listagem que teria sido apresentada ao então presidente.

As anotações dos pontos a serem discutidos com o presidente Lula incluem desde a participação da empreiteira nas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) até projetos específicos, como a Usina de Belo Monte e a Transnordestina. Há ainda emails trocados entre Alexandrino Alencar, executivo do grupo, e Gilberto Carvalho, secretário da Presidência no governo Lula, onde são discutidos encontros com o presidente.

Num email de 12 de janeiro de 2005 , enviado por Gilberto Carvalho a Alencar, o empresário Emílio Odebrecht é chamado a conversar com Lula sobre a participação das empresas chamadas Parcerias Público-Privadas. "Aprovadas agora as PPPs , o Governo tem pressa em articular investimentos na infraestrutura. O que o Presidente quer é saber a opinião do Emílio sobre a tendência das Empresas (se tendem a investir pesado ou não), em que condições, etc. Basicamente é isso", escreveu Carvalho.

O documento que a Odebrecht preparou com pedidos a serem feitos a Lula durante o encontro é bem maior. Um deles era que Lula priorizasse a relação com a Venezuela o presidente Hugo Chavez. A empreiteira já operava no país há 13 anos e queria que o governo brasileiro ajudasse a facilitar os negócios. Uma das sugestões foi que Lula indicasse um nome, diretamente ligado a ele, para fazer a aproximação: "Ser identificado um membro do Governo Lula, ligado diretamente ao Presidente Lula, para a coordenação da relação com o Governo do Presidente Chávez, preservando/ampliando a relação política e facilitando a concretização de negócios bilaterais entre os agentes produtivos (empresários brasileiros/venezuelanos) e também para com terceiros países. (Brasil corresponder com a prioridade na relação - idem como é com o Presidente Chávez e seu governo)”

Há sinais de que o pedido foi atendido. Durante as gestões do PT - de 2003 a 2015, a Venezuela recebeu US$ 2,03 bilhões do BNDES para investimentos em obras de infraestrutura, atrás apenas da Argentina. A Odebrecht assumiu obras do Metrô de Caracas e Los Teques que somaram US$ 1,35 milhões - mais da metade do valor direcionado ao país pelo BNDES. 

Fonte: Msn
04
Ago/17

Tela Mar

 

Fonte: Lem News

O filme Gattaca, no Brasil traduzido como Experiência Genética (1997, Andrew Niccol), completa 20 anos agora em 2017. Mas, a realidade exibida na tela, o uso de técnicas de manipulação do DNA para aperfeiçoamento da raça humana, já não é coisa de ficção científica. Embora no filme a ciência seja usada de uma forma negativa e racista, para estabelecer hierarquias entre as pessoas em uma sociedade distópica (aquela que oferece condições de extrema opressão para os cidadãos); na vida real, a técnica de edição genética batizada de Crispr tem, na teoria, ao menos, finalidades bem mais nobres.

Cientistas americanos anunciaram, na quarta-feira (02), na revista Nature, uma das mais importantes publicações do mundo sobre ciências, que a Crispr foi utilizada pela primeira vez com sucesso para alterar genes defeituosos em embriões humanos. Um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos, China e Coreia do Sul conseguiu modificar o genoma de um embrião e impedir a mutação que, no futuro, facilitaria o surgimento de problemas cardíacos. 

Fonte: G1
04
Ago/17

GLOBAL SYSTEM

 

Fonte: Lem News

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não precisarão mais comparecer a um posto de atendimento para pedir a aposentadoria por idade. Portaria publicada no “Diário Oficial da União” no dia 28 de julho determina que haverá o reconhecimento automático do direito, a partir da verificação das informações constantes nos sistemas corporativos do INSS e nas bases de dados do governo.

O INSS então enviará comunicado aos segurados sobre a concessão do benefício. O segurado poderá então requerer a concessão do benefício por meio do número 135. Para a realização do pedido será solicitada a confirmação dos dados pessoais, como ocorre no Sistema de Agendamento.

De acordo com a portaria, o benefício poderá ser confirmado no ato ou poderá ser solicitado contato posterior para confirmação.

A data da ligação para a Central 135 será considerada como a Data de Entrada do Requerimento.

Após processamento do reconhecimento do direito, o INSS enviará comunicado ao cidadão indicando as informações sobre os dados da concessão e pagamento do benefício.

Atualmente, o reconhecimento não é automático - o segurado precisa agendar o pedido pelo 135 e deve ir até uma agência da Previdência Social para dar entrada no requerimento.

Para a aposentadoria por idade o trabalhador deve ter o mínimo de 180 meses de trabalho, além da idade mínima de 65 anos (homem) ou 60 anos (mulher). Para segurados especiais como agricultores familiares, pescadores artesanais e indígenas, a idade mínima é reduzida em cinco anos.

Fonte: G1

Fonte: LEM NEWS

Fonte: APOIO CULTURAL DO LEM NEWS

Foto: Thomas Santos/Agif / Gazeta Press

O bom comportamento e a ausência de alterações psicopatológicas foram determinantes para que o goleiro Bruno Fernandes, condenado a 22 anos e três meses pela morte e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio e sequestro do filho, fosse autorizado a dar aulas de futebol em Varginha.  A decisão é da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da cidade. Além de sair do presídio para trabalhar, Bruno também terá remição de sua pena em um dia para cada três dias trabalhados.

As aulas de futebol as crianças e adolescentes do Nucap servirão também para Bruno ocupar seus dias até o julgamento do recurso contra a condenação que ocorrerá dia 13 de setembro.

Os alunos de Bruno serão cerca de 60 crianças e adolescentes filhos de condenados e egressos do sistema prisional atendidos pelo Núcleo de Capacitação para Paz. A entidade tem como objetivo buscar a inclusão e ressocialização de presos na região. A instituição ainda não confirmou o início das aulas.

Embora a autorização permita sua saída do presídio, o goleiro não poderá ter contato com outras pessoas que não sejam seus familiares ou funcionários do sistema prisional e uma folha de frequência das atividades desenvolvidas por ele será encaminhada a cada três meses à Justiça.

As aulas de futebol as crianças e adolescentes do Nucap servirão também para Bruno ocupar seus dias até o julgamento do recurso contra a condenação que ocorrerá dia 13 de setembro.

Em fevereiro, por força de uma liminar do Supremo Tribunal Federal ele foi solto e chegou a ser apresentado poucos dias depois como reforço pelo Boa Esporte, time da cidade que foi campeão da Série C do campeonato Brasileiro em 2016 e disputa a série B em 2017. Ele jogou cinco partidas e sofreu quatro gols. Na partida de estreia, seu time empatou em 1 a 1 e o gol da equipe adversária, o Uberaba, foi marcado após um pênalti cometido pelo goleiro.

A controversa contratação fez com que empresas deixassem de patrocinar o clube mineiro. Mesmo assim, o presidente Rone Moraes chegou a afirmar que “pode ir embora todo mundo que nossa fonte de renda é o dinheiro da TV. Por isso espero chegar a uma folha salarial de uns R$ 200 mil para a disputa da Série B”. Atualmente apenas duas empresas patrocinam o time e uma delas é uma padaria, segundo informa  o site do clube.

Fonte: TERRA

O comunicador Thiago Vilas Boas, titular do blog No Geral, reportou um capotamento, nesta manhã, na BA 477, no trecho Angical-Barreiras, próximo ao povoado da Gameleira.  A rodovia está recebendo serviço de capa selante,  pó de brita e piche, o que deixa o piso derrapante.

Um motorista tentou ultrapassar uma moto e ao retornar para sua mão, o veículo saiu da pista e capotou. Segundo informações preliminares, além dos prejuízos materiais, o motorista levou um susto grande, não se ferindo com gravidade. Segundo Thiago, é o segundo capotamento, no mesmo trecho da rodovia, nesta semana.

Fonte: Jornal O Expresso


Embora os sistemas de armazenamento mais comuns tenham uma capacidade a rondar o 1TB, a indústria já se adiantou uns passos relativamente a esta marca. Mais recentemente, uma equipa conjunta de colaboradores da IBM Research e da Sony conseguiu criar uma fita magnética capaz de armazenar 330TB de ficheiros. O impressionante, neste caso, é o tamanho do dispositivo, que envergonha alguns dos discos externos de 500GB presentes no mercado.
 
Pequena o suficiente para caber na palma de uma mão, esta drive, cujo limite anterior era de "apenas" 15TB, consegue agora guardar o equivalente a 3.379 cópias comprimidas de todos os artigos presentes na Wikipédia. O componente não foi desenvolvido para o utilizador comum, mas sim para servidores e centros de dados. A técnica poderá, contudo, ser reproduzida à escala na criação de versões para o mercado de consumo.
 
A fita em si é o truque por detrás da magia. Por cada polegada quadrada (2,54 cm x 2,54 cm), esta consegue guardar 201GB, 20 vezes mais do que o máximo anterior.
 
A equipa responsável explica que, para atingir este patamar, teve de desenvolver um lubrificante novo que ajudasse a suavizar os movimentos dos componentes, melhorando, em consequência, as velocidades de leitura. Em adição, foram ainda desenvolvidas novas técnicas que permitiram reduzir o espaço entre a fita e a cabeça magnética.
 
Mais adianta a IBM que, com este novo sistema, que vai ainda beneficiar com uma nova estratégia de armazenamento entre camadas de nanopartículas, vai ser possível duplicar a capacidade de armazenamento desta ficada a cada dois anos, ao longo de, pelo menos, uma década.

 

 
Fonte: TECA SAP
voltar   home   subir  imprimir
  PUBLICIDADE


| Todos os Direitos Reservados |