LEM News - Notícias que realmente interessam!
(77) 9.9906-1346
Famosos

 

O prêmio Nobel da Paz e sobrevivente do Holocausto, Elie Wiesel, morreu neste sábado, aos 87 anos, em sua casa, em Nova York.

Wiesel nasceu na Romênia e sobreviveu ao campo de extermínio nazista de Auschwitz. Autor de quase 50 livros, quatro sobre o Holocausto, ele defendia a memória do período nazista por meio da educação.

O romeno dedicou sua vida à defesa dos direitos humanos e à luta contra a opressão no mundo, o que lhe valeu o Nobel da Paz, em 1986.

Nascido em uma família ultra-ortodoxa judaica, perdeu nos campos nazistas a irmã mais nova e os pais. Ele e duas irmãs mais velhas sobreviveram e, uma vez libertados, foram a Paris estudar na Universidade de Sorbone. Depois de formado, atuou algum tempo como jornalista.

"O Estado de Israel e o povo judeu estão de luto pela morte de Elie Wiesel", declarou o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, em um comunicado. "Na escuridão do Holocausto, no qual seis milhões dos nossos irmãos e irmãs faleceram, Elie Wiesel foi um farol luminoso e um exemplo de humanidade que acreditava no bem dos homens", afirmou.

O presidente de Israel, Reuven Rivlin, disse que Wiesel era "um herói para o povo judeu e um gigante para toda a humanidade".

Trajetória - Nascido em 30 de setembro de 1928 em Sighetu, na Romênia atual, Transilvânia na época, Wiesel foi deportado para o campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Polônia, quando tinha 15 anos.

Ali, perdeu sua mãe e sua irmã. Seu pai morreu diante de seus olhos no campo de Buchenwald, para o qual foram transferidos. Após sair do campo de concentração, foi acolhido em 1945 na França por uma organização beneficente e conseguiu reencontrar duas irmãs sobreviventes.

Após cursar filosofia na Universidade de Sorbonne, dedicou-se às letras, tornando-se jornalista e um renomado escritor. Sua obra mais conhecida são suas memórias, publicadas com o título "A Noite", nas quais ele conta sua experiência nos campos de concentração nazistas. O livro, originalmente escrito em iídiche, tinha como título nas primeiras edições "E o mundo calava" - eterno fantasma que perseguia Wiesel.

Em 1986, ele ganhou o prêmio Nobel da Paz por ter dedicado sua vida a dar testemunho do genocídio cometido pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial.

Nobel - Durante toda a sua vida, Wiesel trabalhou para cumprir a promessa que fez ao fim da guerra de ajudar os perseguidos em qualquer parte do mundo. Este compromisso o fez colocar-se a serviço de causas diversas, do genocídio armênio aos crimes em Darfur.

Em sua luta contra o esquecimento e para facilitar a compreensão entre os povos, Wiesel criou, junto com a mulher, a fundação que leva seu nome e a Academia Universal das Culturas.

"Sempre, onde houver um ser humano perseguido, eu não vou permanecer em silêncio", prometeu Wiesel, a quem o comitê que concede o Nobel qualificou de "um mensageiro da humanidade".

Naturalizado americano em 1963, Wiesel voltou a Auschwitz em 2006, ao lado da apresentadora de TV Oprah Winfrey. Também visitou o campo de Buchenwald com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a chanceler alemã, Angela Merkel.

Por seu trabalho à frente do Comitê pela Memória do Holocausto, recebeu a medalha de ouro do Congresso americano e na França foi reconhecido com a Grã-cruz da Legião de Honra.

Fonte: Veja

 

De passagem pelo Rio de Janeiro até terça-feira (28), Neymar recebeu Anitta em uma festa organizada na mansão que alugou no Recreio, na zona oeste do Rio de Janeiro, no último sábado (25). A cantora, no entanto, fez de tudo para não ser vista na propriedade.A artista entrou por volta das 23h, pelos fundos da casa, e subiu para um cômodo reservado. Segundo o jornal "Extra", a funkeira permaneceu lá por uma hora e meia. Curiosamente, o jogador sumiu da festa no mesmo período. Enquanto isso, o namorado da morena, Pablo Morais, estava em Abadiânia, Goiás, fazendo um show. No domingo (26), Anitta e Neymar voltaram a se encontrar. Os dois estiveram em uma boate da Barra da Tijuca acompanhado por amigos. Vale lembrar que, apesar de nunca terem assumido, rumores dão conta de que os dois já tiveram um breve affair no passado.

Fonte: Msn

O humorista Rossini Macedo, que interpreta o Tonho dos Couros, foi agredido antes de uma apresentação na cidade e Montanha, no Norte do Espírito Santo, na noite deste sábado (25). Ele se apresentava em uma festa junina e levou um soco de um idoso de 73 anos que não gostou de uma piada feita pelo humorista em uma apresentação na cidade três anos antes.

Rossini deslocou a mandíbula e perfurou o tímpano esquerdo. Ele afirmou que preferiu não registrar a agressão na delegacia e garantiu que volta ao trabalho nesta segunda-feira (28).

Segundo o humorista, em 2013, pediram que ele fizesse piadas sobre capivara durante uma festa em Montanha.

"Capivara", Rossini soube depois, era o apelido de um senhor conhecido na cidade, que não estava presente no dia.

Neste sábado, o filho do "Capivara" o levou até Rossini para apresentá-lo. Ao ver o humorista, ele o agrediu com soco na orelha esquerda.

"Tenho 19 anos de carreira e nunca vi isso acontecer. Todo mundo leva as piadas na boa", conta Rossini.

O show de humor aconteceu normalmente e Rossini foi atendido por uma equipe médica depois.

Fonte: G-1

 

Steven Spielberg vai reunir o time que trabalhou com ele em Ponte dos Espiões (2015) indicado este ano como o melhor filme no Oscar. O cineasta vai voltar a trabalhar com o roteirista Matt Charman e o produtor Marc Platt em um filme que novamente terá temática de guerra. Porém, desta vez, o foco será o jornalista Walter Cronkite e a Guerra do Vietnã. Ainda não se sabe se Spielberg vai assumir a direção ou outro cargo no novo filme.

O filme vai focar no famoso âncora, que trabalhou na emissora americana CBS entre 1962 e 1981. Um dos trabalhos mais marcantes em sua carreira foi sua cobertura sobre a ofensiva dos Estados Unidos sobre o país do sudeste asiático no fim dos anos 1960. O jornalista, com suas reportagens e opiniões contundentes, ajudou a virar a mesa da opinião popular e colocar os americanos contra o presidente Lyndon Johnson e a continuação do conflito.

A produção não teve nem data de lançamento nem nome divulgados. As informações são do site da revista americana The Hollywood Reporter.

Fonte: Veja

Claudia Raia divulgou nesta segunda-feira (20) fotos de Edson Celulari com a filha deles, Sophia, dando um beijo na cabeça do pai após o anúncio de que ele tem câncer. Claudia é ex-mulher de Edson e mãe de seus dois filhos: Sophia, 13, e Enzo, 19.

"Amor dos filhos, isso cura", escreveu Claudia Raia, junto com as hashtags "força", "guerreiro", "oramos por você" e "tudo vai dar certo".

Edson Celulari, de 58 anos, foi diagnosticado com um linfoma não-Hodgkin, tipo de câncer que afeta o sistema de defesa do organismo, informa nesta segunda-feira (20) o colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo". O ator confirmou a informação em sua conta do Instagram e até publicou uma imagem já sem cabelo.

"Reuni minhas forças, meus santos, um punhado de coragem... coloquei tudo numa sacola e estou indo cuidar de um linfoma não-Hodgkin. Foi um susto, mas estou bem e ao lado de pessoas amadas", afirmou. "A equipe médica é competente e experiente. Estou confiante e pensando positivo. Com determinação e fé, sairei deste tratamento ainda mais forte. Todo carinho será bem-vindo."

O linfoma não-Hodgkin
Há mais de 20 tipos de diferentes de linfomas não-Hodgkin, doença que já atingiu, por exemplo, personalidades com a presidente afastada Dilma Rousseff, o ator Reynaldo Gianecchini e o governador licenciado do Rio, Luiz Fernando Pezão.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) lista os seguintes sintomas do linfoma não-Hodgkin: aumento dos linfonodos do pescoço, axilas e/ou virilha; sudorese noturna excessiva; febre; prurido (coceira na pele); e perda de peso inexplicada.

Na maioria dos casos, o tratamento é feito com quimioterapia, radioterapia ou ambos. De acordo com o Inca, o Brasil deve registrar 10.240 casos de linfoma não-Hodgkin em 2016, com incidência maior em homens do que em mulheres.

Linfomas não têm, maioria das vezes, causa específica que contribua para seu surgimento, como é o caso, por exemplo, do câncer de pulmão, que tem no fumo um agente catalisador.

Linfoma Hodgkin x não-Hodgkin
Estima-se que os linfomas sejam a nona ou décima ocorrência de câncer no Brasil, variando de acordo com a região do país. Os linfomas são divididos em dois grandes subtipos: os Hodgkin e os não-Hodgkin, porque possuem células com características diferentes.

Os não-Hodgkin são mais comuns, acometendo cerca de 80% dos pacientes. Os Hogdkin atingem apenas 20% do total de pessoas que têm linfoma e costuma ser mais frequente nos dois extremos da vida, principalmente pacientes jovens e os mais velhos.

Fonte: G-1

Delegado forneceu novos detalhes sobre o caso, que foi encaminhado para Justiça com sugestão de arquivamento

A imprensa foi convocada nesta sexta-feira (17) pelo delegado Flávio Grossi para o anúncio das conclusões sobre a investigação do atentado sofrido pela apresentadora Ana Hickmann no dia 21 de maio, em Belo Horizonte (MG). De acordo com Grossi, o processo será encaminhado para a Justiça, com a indicação de arquivamento. Mas caberá ao Ministério Público e do Judiciário a decisão final.

Na coletiva, o delegado forneceu detalhes sobre o planejamento que Rodrigo Augusto de Pádua fez para o atentado. Nas investigações, foi revelado que o suposto fã da apresentadora buscou na internet questões como  "Calibre 22 mata ou não?", se havia detector de metal no hotel em que Ana estava e os tipos de munição para revólver calibre 38.

Além disso, os policiais também encontraram um pen drive de Rodrigo com um total de 10.480 fotomontagens de cunho amoroso e sexual, onde o homem de 30 anos escrevia textos eróticos sob imagens de Ana Hickmann. Na ocasião do atentado, circularam nas redes sociais imagens do gênero encontradas no perfil do Instagram de Rodrigo.

Relembre o caso
Ana Hickmann foi alvo de uma tentativa de homicídio no dia 21 de maio, em Belo Horizonte. Na capital mineira para lançar sua coleção de roupas, a artista teve o quarto de seu hotel, no bairro Belvedere, invadido por um homem armado.

O homem, identificado como Rodrigo Augusto de Pádua e que seria fã da apresentadora, tentou atirar em Ana, mas atingiu sua assessora, Giovana Oliveira, com dois tiros. Atingida no braço e na barriga, Giovana foi levada para o hospital Biocor e submetida a uma cirurgia.

O atirador acabou desarmado e morto por Gustavo Henrique Corrêa, cunhado da apresentadora e que, segundo Ana Hickmann, foi rendido por Rodrigo momentos antes e obrigado a mostrar onde era o seu quarto.

Fonte: Gente

Michu Meszaros, que interpretou o personagem "Alf", morreu aos 76 anos em Los Angeles nesta segunda-feira, 13. A informação foi confirmada pelo site "TMZ" com Dennis Varga, empresário do ator. Ainda segundo o site, ele foi levado as pressas para o hospital uma semana antes de ter sido encontrado inconsciente no banheiro de casa e ficou em coma.

Antes de sua situação piorar, Michu tinha dado instruções rigorosas para que os aparelhos não fossem desligados caso sua condição não melhorasse. Dennis Varga criou uma página na internet para arrecadar fundos para pagar os custos hospitalares e do funeral.

Michu nasceu na Hungria onde se apresentava no circo durante a adolescência. Ele ficou amigo de Michael Jackson depois que o cantor o viu se apresentar. Fontes do site contaram que ele frequentava a casa do astro e chegou a conhecer Prince e Paris Jackson.

Ele estrelou como o "ALF", que teve o primeiro episódio transmitido em 22 de setembro de 1986 e o último em 1990. Sua aparição mais recente no cinema foi o filme de terror "Warlock: The Armageddon", de 1993.

Fonte: Ego

Um outdoor com a brasileira Adriana Lima de biquíni vem sendo alvo de duras críticas na Alemanha. A polêmica começou quando o enorme cartaz - de 114 metros quadrados - foi instalado em frente a um prédio em obras na praça Marienplatz, badalado ponto turístico de Munique, na última terça-feira, 7.

Segundo o jornal Süddeutsche Zeitung turistas têm parado para tirar selfies em frente ao outdoor de Adriana - top baiana de 34 anos que integra o time de 'angels' da grife Victoria's Secret -, mas moradores, guias turísticos e o conselho municipal de equiparação entre os sexos registraram queixas contra a peça que, segundo eles, retrata a  brasileira "seminua".

De acordo com a publicação alemã, o anúncio - da marca de lingerie e moda praia italiana Calzedonia - já foi classificado como "machista" e "monstruoso". Ao jornal, a prefeita de Munique, Christine Strobl, questiona a propaganda - que fica localizada bem diante da janela de seu gabinete: "Já vi publicidades mais antifeministas, mas comercial de biquíni num local símbolo da cidade não é bom".

Para Franz Kotteder, do Süddeutsche Zeitung, o maior problema é o tamanho do cartaz, considerado gigantesco, e seu reflexo na imagem da cidade. "Quem atravessa agora a Marienplatz é remetido aos velhos filmes japoneses de Godzilla", diz o comentarista, antes de completar: "Ao contrário do réptil gigante, a supermodelo não causa destruições reais, mas para o visual da praça ela é devastadora".



A deputada Lydia Dietrich, do Partido Verde, também criticou o tamanho, a localização e a mensagem do outdoor: "Ele ensina às meninas: vocês devem ser o mais magras possível, quase anoréxicas."

Fonte: Ego

O apresentador de TV Danilo Gentili usou ontem seu perfil no Facebook para se defender de acusações de fazer apologia ao estupro. A defesa era em referência ao caso de uma adolescente estuprada por 33 homens no Rio de Janeiro. “Eu, como qualquer pessoa normal, lamento muito o que houve com a moça no Rio de Janeiro. Lamento também que esse episódio triste sirva de pretexto para que pessoas de má-fé se apropriem da tragédia alheia e façam disso palanque político: não para defender suas ideias, ou verdadeiramente lutar contra o estupro, mas para atacar covardemente pessoas que discordam de suas posições políticas”. Gentili indicou que foi vítima do que chamou de “máquina de moer reputações” e citou as críticas feitas a ele pelo jornalista José Trajano, da ESPN. “Retiraram de contexto um post meu de 2012, em que eu ironizava mais uma das estúpidas polêmicas do Big Brother, e o publicaram como se fosse um comentário a favor do estupro da menina do Rio de Janeiro, ocorrido nesta semana, em 2016, portanto. Conseguiram o que queriam: a ira e o repúdio de muita gente contra mim", escreveu Gentili. "O militante petista Trajano, usando seu distintivo de jornalista, me acusou na televisão de um crime que jamais cometi (e com certeza jamais cometeria)”. Na última terça-feira, Trajano usou o programa Linha de Passe ao vivo para fazer um protesto contra a presença de Gentili na programação da ESPN.

 

Fonte: BP

Que o Pânico está ruim a gente já sabe faz tempo, né? Para este blogueiro o fundo do poço foi a "pegadinha do suicídio", da semana passada. Um absurdo sob todos os pontos de vista. E só para comprovar a má fase, o programa da Band tomou uma lavada neste domingo (22), no Troféu Imprensa. Foi derrotado em duas categorias em que concorria e ainda levou uma espinafrada de Silvio Santos. Ele disse: "O Pânico está horrível! Não vale nada".

O fato é que o programa de Emílio Surita não consegue sair do lugar onde está já há uns bons quatro anos e sua audiência não vai a lugar algum. E tende a piorar. A própria Band perdeu muita audiência no domingo com o fim das transmissões do futebol, o que ajudava a levar público para o Pânico. Agora nem isso existe mais, o que é bem preocupante.

Fonte: R7

RIO - "Cinema novo", filme dirigido por Eryk Rocha, filho de Glauber Rocha, e lançado por Diogo Dahl, ganhou neste sábado, dia 21, o L’Oeil d’Or (Olho de ouro), prêmio equivalente dedicado ao melhor documentário de todas as exibições do Festival de Cannes, constituído ano passado pela primeira vez.

O documentário fez sua estreia na segunda-feira, dia 16, na programação oficial do festival, incluso da seção Cannes Classics, abrigada a clássicos e a salvaguarda da reminiscência do cinema.

"Cinema Novo é um filme-manifesto sobre o vigor de uma circulação cinematográfico quase perdido dos anos 1960", indicou o júri do prêmio, disputado pelos documentários exibidos em Cannes.

O documentário é um experimento encantador sobre o mais manifesto circular cinematográfico latino-americano. A película cogita sobre a importância da insurreição cinemanovista a partir do aforismo de seus basilares causadores, como Glauber Rocha (“Deus e o diabo na terra do sol”), Nelson Pereira dos Santos (“Rio, 40 graus”), Ruy Guerra (“Os fuzis”), Cacá Diegues (“Ganga Zumba”), Leon Hirszman (“A falecida”), e Paulo César Saraceni (“Porto das Caixas”), entre diversos.

Tanto o galardão quando o comitê desta classe são equivalentes, e não os oficiais do festival. O júri foi encabeçado pelo italiano Gianfranco Rosi, ganhador do Urso de Ouro em Berlim esse ano e do Leão de Ouro em Veneza há dois anos. O diretor brasileiro Amir Labaki, que organiza o festival É tudo verdade no Rio e em São Paulo, também fazia parte da comissão julgadora.

— O Cinema Novo foi um dos ciclos mais produtivos do cinema brasileiro, e cruzou um dos períodos mais negros da História recente do país, a ditadura militar. Hoje vivemos um outro instante de ruptura na democracia brasileira. Precisamos lutar, cada um a sua maneira, para preservar os valores democráticos — disse Rocha no início desta semana.

O campeão  brasileiro venceu o prêmio com distintos 16 filmes.

Fonte: O Globo

 

A turnê Cabaré, que une Leonardo e Eduardo Costa, é um sucesso de público no Brasil e rende um dos maiores cachês da atualidade, alcançando a marca de R$ 850 mil por uma única apresentação (valor pago pela Governo de Goiás no show da virada).

Mas existem polêmicas em torno deste projeto tão similares ao sucesso. Isso porque, além de música, os cantores contam piadas no palco. E, algumas vezes, o conteúdo das anedotas causa constrangimento até entre o público adulto.

No último fim de semana, os dois se apresentaram no Festival Brasil Sertanejo, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte. Segundo uma fonte ouvida  e que trabalhou na produção do evento, o abuso de linguagem obscena durante o show incomodou o público.

De acordo com a mesma pessoa, outros artistas escalados para a noite também criticaram a postura dos colegas.

Além dos shows, Leo e Edu também gravam vídeos com o mesmo tipo de conteúdo para as redes sociais. Embora o show se chame Cabaré (sinônimo para casa de prostituição), alguns fãs dizem que o teor das piadas é inapropriado para dois ícones da música popular brasileira.

 

E no campo de comentários a recepção muitas vezes é negativa. Decepção e até críticas ao teor machista das piadas são comuns entre os seguidores de Edu Costa e Leonardo.

No YouTube, é possível encontrar trechos de shows dos dois sertanejos no qual eles misturam música com piadas. E é fácil notar que o teor sexista é o padrão de quase todas as anedotas. 

Procurada, a assessoria de imprensa de Eduardo Costa explicou que projeto foi criado com essa proposta desde o início. Prova disso, é que o DVD Cabaré também tem as mesmas piadas e é indicado para maiores de 18 anos. Assim como os shows, que não são permitidos para menores. 

"No entanto, em festivais, é mais difícil o controle do acesso de crianças e adolescentes que estejam acompanhados pelos pais. Mas isso já não é nossa responsabilidade. É uma recomendação que passamos para a produção", comenta a assesoria de Edu.

 

Fonte: R7

A atriz e a juíza Kenarik Boujikian Felippe participaram de um encontro oficial com o pontifíce na última segunda (9) e entregaram a ele uma carta dizendo que o impeachment da presidenta Dilma Rousseff seria ilegal.

A carta é assinada pelo advogado Marcello Lavenère, membro da Comissão Justiça e Paz da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB).

O texto considera o impedimento da presidenta um “golpe parlamentar de Estado”, manipulado

Francisco se expressou no dia seguinte através de sua assessoria:

” Muito me entristece que um país como o Brasil possa estar passando por momentos difíceis. Minha ação será rezar muito pelo povo, que é o maior prejudicado entre as disputas políticas.Tenho acompanhado a situação do Brasil através dos noticiários mundiais e tenho plena confiança nas instituições brasileiras como o Ministério Público, a Polícia Federal e o poder judiciário. “

Fonte: Dirio do Brasil

Zilu posta foto sem curativo da cirurgia e reclama de insônia

 

Depois de passar por um grande susto e ficar internada no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, após uma infecção no queixo, a apresentadora Zilu parece estar se recuperando muito bem. Prova disso é que na madrugada desta terça-feira, 10, ela postou uma foto sem o curativo com o qual apareceu poucas horas antes.

Na legenda, ela reclamou da falta de sono. "Gente! Não aguento isso não! São 2h30 da madrugada e nada de sono! Já tomei melatonina, rivotril, chá e nada. Já orei, li o Salmo 91, agora só me resta ver TV", escreveu ela, que completou a legenda com as hastags "sem sono", "madrugada longa", "assim sou, "Zilu Godoi", "Zilu Camargo", "Zilu sempre Zilu" e "blindada por Deus".

Infecção seria causada por bactéria
Zilu foi internada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na dia 29 de abril, apenas 16 diasapós uma primeira internação, pelo mesmo motivo. Segundo Wanessa, filha de Zilu com o sertanejo Zezé Di Camargo, a apresentadora está tratando de uma bactéria na boca. "Ela está bem. É uma bactéria no canto da boca e como é um lugar complicado, porque precisa tomar cuidado para a medicação não pegar no osso, ela precisa tomar direto na veia", afirmou a cantora, que garantiu que a inflamação não tem nenhuma relação com aplicação de silicone na face, como vem sendo especulado.

Fonte: Rodrigo Soares Do EGO, em So Paulo

O cantor e compositor Milton Nascimento posa para foto em Itanhangá, na sua casa na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, em novembro de 2006 (Foto: Alaor Filho/Estadão Conteúdo/Arquivo)

O cantor Milton Nascimento, de 73 anos, viajou para Boston, em Massachusetts, nos Estados Unidos, na quarta-feira (4) para receber o título de doutor honoris causa em música a convite da Berklee College of Music, faculdade independente de música fundada em 1945.

A assessoria de imprensa do cantor confirmou ao G1 que ele está lá para conhecer a escola antes de participar da cerimônia de formatura dos alunos da turma de 2016 nesta sexta-feira (6) e receber o título em uma outra cerimônia, que será no sábado (7).

O comunicado da Berklee College of Music foi inicialmente divulgado em uma página no Facebook dedicada ao cantor por fãs, junto com uma foto dele em um avião.

A faculdade já concedeu o grau de doutor para grandes nomes da música como Duke Ellington, Dizzy Gillespie, Sarah Vaughan, Quincy Jones, Paco de Lucia, Sonny Rollins, Arif Mardin, Herbie Hancock e Aretha Franklin.

Fonte: G-1

Um novo rumor em torno da morte de Prince acaba de de surgir. De acordo com o tabloide The National Enquirer, o cantor teria Aids. Segundo a publicação, Prince estaria “se preparando para morrer” e estava consciente disso dias antes de sua morte, na quinta-feira, 21.

Ainda de acordo com o tabloide, uma fonte teria dito que Prince "estaria em péssima forma".

A fonte teria afirmado também que médicos teriam dito para Prince que tanto a temperatura corporal quanto sua contagem sanquínea estavam baixíssimas. "Ele estava totalmente deficiente de ferro, muito fraco. Ele raramente comia e, quando o fazia, colocava tudo para fora".

Outra fonte afirmou também que o cantor teria ido a uma farmácia diversas vezes em busca de remédios para aliviar a dor. "Sentimos que ele estava em apuros. Uma menina disse que tinha medicação estrangeira e pensamos que seria algo para o vírus da Zika ou algo assim. Mas um amigo meu que entende de medicamentos disse ter certeza que eles eram para HIV", afirmou a fonte, sobre a última visita do cantor à farmácia.

Resultado de autópsia deve demorar
Segundo informações do site "E! News", os fãs do cantor terão que esperar mais um tempo para ver esse mistério resolvido. O responsável pela autópsia é a Dra. Quinn Strobl e ela começou a realizar o procedimento na manhã desta sexta-feira, 22. De acordo Martha Weaver, porta-voz da clínica, o resultado da autópsia pode demorar semanas para ser divulgado.

Overdose antes da morte, diz site
De acordo com o "TMZ", seis dias antes da morte o cantor foi internado após sofrer uma overdose. Ainda de acordo com o site, Prince teria ingerido uma quantidade acima do normal do remédio Percocet, forte analgésico opiácio (a base de ópio) que pode ser considerado como narcótico.

 

Fonte: EGO

Danilo Gentili e a Bandeirantes foram condenados pelo Tribunal de Justiça de Pernanbuco a pagar para Michele Rafaela Maximino, que chegou a ser a maior doadora de leite, R$ 200 mil de indenização moral.

Danilo e a emissora foram processados pela técnica de infermagem em 2013, depois do apresentador a comparar em seu antigo programa com o ator pornô Kid Bengala.

Na ocasião, Danilo utilizou uma foto de Michele sem autorização para fazer piada em rede nacional. Marcelo Mainsfield, que participava do programa, também fez comentários afirmando que “não era uma espanhola, mas uma América Latina inteira”.

Na época, Michele contou ao jornal Folha de São Paulo que depois do episódio passou a ser xingada na rua.

— As pessoas nas ruas têm me chamado de vaca, vaca do Gentili. Parabenizar pelo meu ato, ninguém faz, mas xingar é o que mais acontece nas ruas depois da piada na TV.

Procurada, a assessoria de imprensa da Bandeirantes afimou que a emissora irá recorrer da decisão.

Fonte: R7

Desde quando realizou uma cirurgia bariátrica, no fim de 2014, Leandro Hassum tem ostentado nas redes sociais sua transformação física. Neste domingo, em seu perfil no Instagram, o ator publicou uma montagem que mostra seu antes e depois do procedimento. "Hoje, 62 quilos depois #vitória."

Para além do procedimento cirúrgico, Hassum também agrega sua mudança a um novo estilo de vida. Não são raras as publicações do ator em fotos na academia ou surfando. Recentemente, Hassum chegou até mesmo a exibir os músculos que ganhou com a nova rotina.

"No primeiro mês, perdi 17 quilos. Nos primeiros 15 dias você não come. Era só água e água de coco. O André Marques foi a minha grande inspiração para fazer essa cirurgia. Amo o André. Ele é um cara incrível. A gente conversava muito quando era 'parente de barriga' sobre nossos medos", contou Hassum no ano passado para Ana Maria Braga, no programa Mais Você.

Fonte: EXPRESSO

A notícia de capa da edição desta semana da revista norte-americana "The National Enquirer" deixou preocupados os fãs de Angelina Jolie. Segundo a publicação, a atriz foi internada "em estado crítico", diagnosticada com "câncer, anorexia e paranoia". Ela estaria com apenas 35 quilos e correria risco de morte.

Ainda de acordo com a revista, foi o marido da artista, Brad Pitt, quem a levou ao hospital. Ele teria ameaçado se separar dela caso continuasse sem se alimentar. Vale lembrar que, no ano passado, a revista "OK! Magazine" noticiou que o ator teria contratado um profissional para ajudar sua mulher a ganhar peso.

Não é de hoje que a magreza de Angelina Jolie chama a atenção do público. Em janeiro, durante a pré-estreia de "Kung Fu Panda 3", em Los Angeles, nos Estados Unidos, não se falou em outra coisa. Mesmo assim, ela continuou cumprindo normalmente sua agenda profissional.

Há pouco tempo, por exemplo, ela foi a Atenas, na Grécia, visitar instalações temporárias de acolhimento de refugiados. Angelina, como se sabe, é embaixadora da boa vontade do alto comissariado das Organizações das Nações Unidas (ONU).

Sobre o suposto diagnóstico de câncer noticiado pela "The National Enquirer" vale citar que, em março de 2015, a atriz removeu seus ovários e trompas por medo da doença. Dois anos antes, ela já havia feito uma mastectomia dupla para retirada do tecido mamário ao ser informada por médicos que tinha uma mutação genética e, por isso, corria alto risco de ter um câncer de mama.

A avó, mãe e tia de Angelina morreram após lutarem contra tumores cancerígenos.

Fonte: EGO

A atriz Tereza Rachel morreu na tarde do último sábado, aos 82 anos, vítima de complicações de um quadro agudo de obstrução intestinal.
Diva do teatro brasileiro, Tereza participou nos anos 1960 de peças importantes da dramaturgia nacional. Ela estava internada desde 30 de dezembro no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital São Lucas.
Tereza Rachel, cujo nome de batismo era Terezinha Brandwain, iniciou sua carreira em 1955 e ganhou, no ano seguinte, o prêmio de atriz revelação da Associação Brasileira de Críticos Teatrais.
Estrelou nos anos 1960 peças históricas, como “Boca de Ouro”, de Nelson Rodrigues, em 1961. Produziu e atuou em “Bonitinha, mas Ordinária”, também de Rodrigues, em 1962, após viagem de estudos pela Itália e França.
Em 1965, na ditadura militar, estava no elenco de “Berço de Herói”, de Dias Gomes, com direção de Antônio Abujamra. A peça foi interditada pela censura ainda durante o período de ensaios. No mesmo ano, participou de “Liberdade, Liberdade”, de Flávio Rangel e Millôr Fernandes.
Interpretou Jocasta, em “Édipo Rei”, de Paulo Autran, sucesso em 1967, e atuou na histórica montagem de “O Balcão”, de Jean Genet, no Teatro Ruth Escobar.
Terezão
Em 1971, a atriz inaugurou o Teatro Tereza Rachel, em Copacabana. O teatro ficou carinhosamente conhecido como Terezão. A peça de estreia foi “A Mãe”, do polonês Stanislaw Witkiewicz. A atriz se encantou com uma montagem que vira em Paris e trouxe ao Brasil o mesmo diretor do espetáculo, Claude de Régy, para a inauguração oficial de seu teatro, que funcionou até o fim da década de 1990.
Pelo teatro, passaram grandes nomes da MPB, como Luiz Gonzaga, Milton Nascimento, Os Mutantes, Novos Baianos, Caetano Veloso, Rita Lee, Alceu Valença, Raul Seixas e Pepeu Gomes.

Na TV, a atriz atuou nas novelas “O Rebu” (1974), “O Grito” (1975), “O Astro” (1977), “Baila Comigo” (1981), “Louco Amor” (1983), “Que Rei Sou Eu?” (1989), “Caras & Bocas” (2009), entre outras. O último papel foi em “Babilônia” (2015). Tereza também esteve nos filmes “Ganga Zumba” (1963) e “Pedro Mico” (1985).

Fonte: FOLHA PRESS
voltar   home   subir  imprimir
  PUBLICIDADE


| Todos os Direitos Reservados |